Shell lança tecnologia para óleo de motor

Shell lança tecnologia para óleo de motor

Apontado como o óleo de motor do futuro resulta de gás natural e visa permitir poupanças de combustível entre 2 a 3%

Shell-Helix-HorizonPoupanças de combustível e de lubrificante, elevado desempenho a temperaturas extremas e proteção excecional contra depósito , são os pressupostos que presidiram ao desenvolvimento da tecnologia PurePlus, concretizada pela Shell após 40 anos de investigação e mais de 3.500 patentes. Em termos práticos, estamos perante um processo que os responsáveis da Shell apelidam de revolucionário, o qual permite converter gás natural num óleo de base sintética de elevada qualidade e completamente cristalino, incorporado em várias gamas de produtos entre as quais Shell Helix, para viaturas ligeiras, e Shell Rimula, para pesados, mas também em produtos destinados à indústria.

PUB

O aumento da população mundial e a escassez de recursos energéticos planetários, aliados a uma exigência cada vez maior do consumidor relativa à utilização de energias limpas e sustentáveis, levou a Shell, a maior multinacional do mundo e líder no seu segmento de mercado, a orientar os seus investimentos em I&D para o desenvolvimento de produtos que correspondam a estas tendências. No caso dos lubrificantes, acrescem ainda os desafios normativos colocados pelos fabricantes de equipamentos, sejam eles de automóveis, maquinaria industrial ou veículos pesados.

A tecnologia Shell PurePlus, patenteada pela Shell, única empresa no mercado a comercializar lubrificantes com este óleo de base sintética produzido através de gás natural, “é revolucionária, além de proporcionar desempenhos mais amigos do ambiente e sustentáveis”, como salienta Gustavo M. Guimarães, presidente do Conselho de Administração da Spinerg, macro-distribuidor da Shell em Portugal desde 2010.

Mais... poupança, ambiente, performance! 

Os motores operam cada vez mais em ambientes de stress. Necessitam, por isso, de mais energia, com menos consumo de combustível enquanto protegem componentes ainda mais complexos – necessidades que colocam os óleos convencionais no limite. E, se estas condições se aplicam ao automóvel e a qualquer particular, em empresas que gerem frotas, os desafios são ainda maiores: mais poupança, melhor performance e menos emissões poluentes são as exigências atuais.

Encontramos assim nos produtos comercializados sob a marca Shell dois óleos de elevada qualidade e sobejamente afirmados no mercado global e também em Portugal com as características particulares que damos conta...

Shell Helix Ultra

  • Ajuda a proteger os motores de elevado desempenho contra depósitos nocivos, que prejudicam a potência e o desempenho. Com base nos resultados de testes de sujidade sequência VG, utilizando Shell Helix Ultra OW-40, a marca afirma que nenhum outro óleo limpa melhor o motor de um automóvel.
  • A baixa viscosidade e a formulação de baixa fricção proporcionam uma poupança de combustível de 3%, segundo os resultados de economia de combustível ACEA M 111 comparados com o óleo de referência na indústria.
  • A tecnologia Shell PurePlus tem um desempenho elevado a temperaturas extremas, favorecendo o arranque a frio, comparado com óleos de viscosidade superior.
  • O teste de volatilidade NOACK e os requisitos do equipamento dos OEM (Original Equipment Manufacturer) permite concluir que a baixa volatilidade da tecnologia Shell PurePlus permite uma menor necessidade de realizar atestos de óleo.

Shell-Helix

Shell Rimula

  • Protege até 56% mais contra o desgaste do motor
  • Menores emissões, uma vez que o sistema de aditivos com baixo teor de cinzas ajuda a reduzir o entupimento de filtros, o que diminui o consumo de combustível, e mantém o controlo do desgaste e de depósitos.
  • Aumenta os intervalos de mudança de óleo para até 150.000 Km, já que oferece durabilidade traduzindo-se numa possível redução na inatividade dos veículos.

Shell-Rimula

A introdução das gamas de produtos que têm incorporada esta tecnologia será feita de modo gradual no mercado português, um mercado que, segundo Gustavo M. Guimarães, “é prioritário para a Shell”.

Para combater os anos de crise, a Spinerg orientou a sua estratégia no sentido de “criar soluções que permitissem dar resposta aos desafios de manutenção de equipamentos dos nossos clientes, nomeadamente promovendo poupanças derivadas da otimização do portefólio de produtos Shell e de um acompanhamento técnico-comercial dedicado. O resultado foi um aumento do volume de vendas no período compreendido entre 2013 e 2015 de 20%”.

A propósito da presença da Shell em Portugal será importante referir que a mesma data de 26 de Outubro de 1910, dia em que Joseph William Henry Bleck registou a sua empresa com o nome "The Lisbon Coal and Oil Fuel Company Limited" iniciando a representação dos produtos de marca Shell no país. Sucedeu-lhe a participação direta do Grupo Shell em Portugal, concretizada em 13 de Fevereiro de 1930, dia em que a anterior companhia foi substituída pela "Shell Company of Portugal, Limited".

Após diversas reestruturações do negócio em Portugal, a marca Shell passou a ser representada em Portugal, a partir de Novembro de 2010 pela "SPINERG – Soluções Para Energia, SA", assim se assegurando a continuidade de uma longa história de parceria com os clientes que dão a sua preferência à marca Shell em Portugal.

Nos últimos 9 anos, a Shell Lubricants tem sido o fornecedor número 1 de lubrificantes a nível global, segundo o relatório da Kline & Company - "Competitive Intelligence for the Global Lubricants Industry, 2008 - 2018". A Shell Lubricants tem um dos maiores investimentos do sector em I&D, dispondo do seu próprio departamento de investigação que conta com mais de 4.500 especialistas em todo o mundo.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.