PSA avança para o 5G com a Ericsson e a Orange

PSA avança para o 5G com a Ericsson e a Orange

O Grupo PSA junta-se à Ericsson e à Orange numa parceria que visa testar a tecnologia da rede 5G aplicada à viatura conectada

GrupoPSA-5G-1O Grupo PSA, grupo automóvel francês detentor das marcas Peugeot, Citroen e DS, conjuntamente com a Ericsson e a Orange, assinaram um acordo de parceria para testar a tecnologia 5G com vista à sua potencial aplicação ao automóvel. A parceria em torno da conectividade automóvel “Towards 5G” pretende alavancar a tecnologia 4G para uma evolução 5G, em resposta aos requisitos da conectividade automóvel, tais como os sistemas de transporte inteligente (ITS, Intelligent Transport System), de forma a melhorar a segurança rodoviária, bem como criar novos serviços dedicados ao automóvel e para uma utilização in-car.

PUB

Em termos técnicos, a parceria está centrada nas arquiteturas Vehicle-to-Vehicle (V2V) e Vehicle-to-Everything (V2X) e na performance em tempo real, necessárias à implementação de um ITS e dos serviços conectados em veículos. Os primeiros testes baseiam-se na tecnologia LTE, para, de seguida, evoluírem para as tecnologias LTE-V e 5G.

Os primeiros casos de utilização de ITS cooperativo estão já identificados e estão atualmente a ser testados a bordo de diversos veículos em França. Os testes abrangem dois tipos de utilização: «see through» entre dois veículos conectados na mesma estrada (em que um veículo que precede outro veículo e assinala a presença de um objeto na estrada), e «Emergency vehicle», com vista a lançar um aviso em tempo real da aproximação de um veículo de emergência.

Ao longo de 2017 serão realizados outros testes no âmbito desta iniciativa de investigação.

A iniciativa “Towards 5G” irá permitir aos três parceiros partilhar competências em matéria de veículos conectados, a fim de responder aos desafios representados pelos serviços de mobilidade e a denominada Internet of Things (IoT).

A Ericsson fornece o equipamento rádio e uma rede central virtualizada distribuída, que permitirá funções de fragmentação (slicing) de rede, bem como um serviço inteligente e geo- mensagem. Já a Orange fornece a rede móvel e o espectro associado, destinado ao local de testes, bem como a conectividade a bordo que integra as aplicações para utilização dentro de um veículo.

Por seu turno, para o Grupo PSA irá sobrar a responsabilidade de definir as necessidades de cada tipo de utilização, a integração da arquitetura incorporada e a validação da experiência do cliente.

Graças a esta colaboração, os parceiros irão desenvolver uma visão abrangente das exigências para que uma infraestrutura 5G possa ser compatível com as necessidades da indústria dos veículos conectados. A parceria permitirá ainda identificar o potencial para novos serviços e casos de utilização que irão contribuir para o incremento da segurança rodoviária e de uma melhor qualidade de serviço para os clientes finais.

Carla Gohin, Diretora de Pesquisa, Inovação e Tecnologias Avançadas do Grupo PSA, considera que “os serviços de conectividade IoT são uma forma essencial para a melhoria da experiência de utilização” dos clientes do Grupo, que atualmente “exigem níveis sem precedentes de conforto e de conveniência, bem como serviços personalizados a bordo dos seus veículos.”

Já Mari-Noëlle Jégo-Laveissière, Diretora Executiva de Inovação, Marketing e Tecnologias da Orange, lembra que “o veículo conectado faz parte dos eixos estratégicos da Orange no campo da IoT, juntamente com a casa conectada, a cidade inteligente, a e-saúde e a indústria 4.0.”

“Os construtores de automóveis esperam da nossa parte as soluções de conectividade de que necessitam para a gestão remota da manutenção ou para a atualização permanente do software dos sistemas presentes a bordo. Ao juntarmo-nos à Ericsson e ao Grupo PSA, estamos a combinar as nossas capacidades e competências para criar serviços inovadores com base na tecnologia 5G, com a perspetiva de implementação da nova tecnologia 5G em 2020.”

Por seu turno, Franck Bouétard, Presidente e Diretor Geral da Ericsson France, conclui que “graças à banda larga, à melhor latência, à segurança reforçada e à capacidade de fragmentação da rede, a tecnologia 5G desempenhará um papel preponderante nos sistemas de transporte do futuro no que diz respeito às entidades envolvidas na indústria automóvel.”

“Nesta associação à PSA e à Orange, dois protagonistas nas respetivas indústrias, estamos totalmente empenhados em oferecer os níveis de segurança e proteção pretendidos, contribuindo para uma sociedade mais sustentável e inteligente”, resume este responsável da Ericsson France.

O Grupo PSA, que se apresenta como sendo capaz de desenvolver experiências automóveis únicas e oferecer soluções de mobilidade que proporcionam liberdade e prazer para os clientes de todo o mundo, tira partido dos modelos das suas três marcas – Peugeot, Citroën e DS – bem como de uma ampla gama de serviços inteligentes e de mobilidade da sua marca Free2Move, para ir ao encontro da evolução das necessidades e das expectativas dos utilizadores de automóveis.

Com a PSA nesta parceria surge assim a Ericsson, líder mundial nas tecnologias e serviços de comunicações, presente em 180 países e com mais de 115.000 funcionários, combinando a presença à escala mundial com a liderança nas tecnologias e nos serviços. Atualmente, 40% do tráfego mundial transita pelas redes da Ericsson, que também assegura a manutenção das infraestruturas que servem mais de 2.500 milhões de subscritores.

O outro parceiro é a Orange, um dos principais operadores de telecomunicações do mundo, com um volume de negócios de 40.000 milhões de euros em 2015 e 154.000 funcionários (a 30 de setembro de 2016), dos quais 95.000 em França. Presente em 29 países, o Grupo tem 256 milhões de clientes em todo o mundo (a 30 de setembro de 2016), dos quais 194 milhões são clientes da rede móvel e 18 milhões clientes de banda larga fixa.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.