Troféu X-Trophy fechou em Aveiras de Baixo

Troféu X-Trophy fechou em Aveiras de Baixo

A derradeira prova deste Troféu foi a mais dura de todas na temporada agora finda com a chuva a complicar o que parecia simples

XTrophy-RodrigoFilipeA localidade de Aveiras de Baixo recebeu no passado domingo, dia 5 de Março, a última prova do Troféu X-Trophy 2016/2017, organizada pelo Clube TT Motos, Suor e Lama

. E apesar de todo o trabalho, quer da organização, quer da X-Adventure como entidade promotora do troféu, quer dos parceiros na preparação do paddock e da pista, a verdade é que os caprichos do clima tornaram aquela que deveria ter sido a prova mais simples de todo o calendário na mais complicada, com a chuva que caiu nos dias anteriores à prova a deixar o terreno totalmente ensopado.

PUB

Depois de dois eventos em que os primeiros em pista foram os pilotos dos quads, em Aveiras foram as motas de duas rodas que tiveram as honras (ou talvez o castigo) de abrir a pista. De um modo geral, é mais simples para as motos andarem antes dos quads, pois permite-lhes enfrentar uma pista sem sulcos ou ressaltos, mas em Aveiras isso significou encontrar a pista empapada e escorregadia. Apesar de haver luta em pista pelas classificações, a grande luta foi por conseguir terminar a prova.

Para a história da prova em Aveiras fica sobretudo a capacidade de resistência de homens e máquinas, testados até ao limite num evento em que foi preciso mesmo muita garra e força de vontade para conseguir chegar ao fim.

No que diz respeitos a resultados, o grande vencedor nas motos foi Rodrigo Filipe, que durante o tempo regulamentar conseguiu dar 12 voltas à pista com a sua Yamaha 450 YZF. Em segundo lugar, também com 12 voltas com uma Yamaha WR250F, terminou Filipe Centeno, terminando em terceiro da geral Nelson Pires em Suzuki RMZ 250, com 11 voltas cumpridas.

XTrophy-FilipeCentenoXTrophy-NelsonPires

Por classes, em TT1 venceu Filipe Centeno com 12 voltas, seguido de Hugo Vicente, que com a sua Yamaha YZ 250 que conseguiu dar 11 voltas e terminar em segundo lugar. Em terceiro concluiu Luis Cação, com apenas 4 voltas cumpridas.

Na Classe TT2 os resultados foram um pouco mais equilibrados, apesar das duas voltas de vantagem do primeiro sobre o segundo. Rodrigo Filipe venceu com 12 voltas realizadas, e depois atrás de si terminaram José Ventura (segundo classificado), José Oliveira (terceiro classificado) e Paulo Santos (quarto classificado), todos com 10 voltas cumpridas.

Finalmente na classe TT-Hobby, aquela que mais gente tem trazido até ao Troféu X-Trophy, o grande vencedor da última prova foi Nelson Pires em Suzuki RMZ 250 que conseguiu dar 11 voltas à pista. Em segundo, com 10 voltas terminou Daniel Vital em Honda CRF 450 e em terceiro, também com 10 voltas, terminou Flávio Carvalho com uma Yamaha YZF450.

Quanto á prova de Quads, foi, pode-se dizer, bem mais simples do que a das motas de duas rodas. As sucessivas passagens dos pilotos das motos já tinham começado a limpar algumas zonas do traçado e ajudado a identificar os pontos mais complicados. A organização também decidiu, e em boa hora o fez, eliminar um curto troço algo complicado, o que também veio reduzir um pouco mais dificuldades. Mas dito isto, a prova das moto quatro foi tudo menos fácil.

XTrophy-DanielBernardoXTrophy-RicardoSimoes

A melhoria significativa nas condições da pista teve os seus reflexos nos resultados, com vários pilotos darem mais voltas do que os homens das duas rodas. Na classificação geral, os cinco primeiros deram todos eles quinze voltas, com a vantagem a recair para Daniel Bernardo que repete o triunfo da prova de Coruche aqui em Aveiras de Baixo. Em segundo, a apenas mais três segundos terminou Marco Cardoso, e depois, um pouco mais distante com mais 2 minutos e 11 segundos terminou Joni Fonseca.

A classe Q1 teve o pódio idêntico á classificação geral, pois os três primeiros da geral, eram todos eles da classe Q1. Na verdade, os seis primeiros são todos da classe Q1. Na classe Q2 apenas terminaram classificados 2 pilotos, em primeiro lugar Stephen Jorge com 12 voltas cumpridas com a sua Suzuki LTZ400 e em segundo Sérgio Rodrigues que com a sua Honda TRX 400 consegui dar 11 voltas. Quanto à Q3, o único resistente e por isso vencedor foi Ricardo Simões em Polaris 500.

Tal como nas Motos, a Classe Hobby é habitualmente a mais numerosa e onde também têm lugar grandes lutas pela vitória. Por isso não é de estranhar que os cinco primeiros tenham todos eles dado 14 voltas à pista. Venceu Nelson Ribeiro, em Yamaha YFZ450. Em moto idêntica terminou Daniel Santos, que precisou de 3m43s para chegar ao fim. Com mais 10 segundos que o segundo terminou Tiago Gomes com uma KTM 525.

Sobre a prova de Aveiras, Luís Pirralho, da X-Adventure, entidade promotora do Troféu considerou: “O único detalhe que não conseguimos controlar foi o que mais afetou esta prova, o clima. A prova até parece que fez jus ao nome do organizador, o Clube TT Motos, Suor e Lama, pois tivemos realmente aqui uma grande corrida de motos com muito suor e lama. O Clube organizador, a Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo, a Câmara da Azambuja e todos os demais parceiros, todos trabalharam muito para que hoje tudo estivesse a 100%, mas quis o destino que a chuva marcasse a prova.”

XTrophy-DanielBernardoXTrophy-NelsonRibeiro

Afirmando-se convicto de que “os pilotos foram uns verdadeiros heróis”, Luís Pirralho acrescentou: “Muitos dos pilotos não baixaram os braços e lutaram com todas as suas forças físicas e até mentais. Os limites de homens e máquinas foram aqui puxados ao limite, e a verdade é que todos eles, dentro das suas capacidades, corresponderam e estão de parabéns. Acho que num evento como este nem será o resultado final o que mais conta, mas sim terem conseguido concluir a prova.”

“Por outro lado, é preciso também reter que, apesar de todas as dificuldades que os pilotos encontraram, também a organização teve uma prova muito trabalhosa e exigente. No final termos conseguido colocar em pista as duas provas, cumprindo o programa dentro daquilo que estava estabelecido, sem problemas de maior é de louvar. Quero por isso deixar também um agradecimento a todos quantos estiveram envolvidos na preparação e organização do X-Trophy Aveiras de Baixo que asseguraram que tudo corresse dentro da maior normalidade possívelfi, afirmou ainda aquele responsável para concluir: “Olhando um pouco para o futuro, dentro de algumas semanas vamos abrir candidaturas para a organização das provas do X-Trophy 2017/2018 e também anunciar quando é que será a gala de entrega de prémios desta primeira edição e a apresentação da nova temporada.”

Os resultados oficiais, com as classificações finais do Troféu deverão ser publicados dentro de poucos dias, altura em que a organização da prova deverá divulgar um comunicado com o nome dos vencedores de todas as classes da primeira edição do Troféu X-Trophy. Refira-se que este Troféu teve na temporada 2016/2017 como principais parceiros a X-Adventure e a Federação de Motociclismo de Portugal (FMP), mas também a GoldSpeed, a Polisport, o Monte Macário, a revista Moto Jornal, o sítio online Todoterreno.pt, ainda o TR4 Digital e o portal Imagensdesportivas.com.

Já em relação às classificações, estas podem ser encontradas no sítio oficial da entidade promotora do Troféu em www.x-adventure.org. Outras informações sobre este Troféu X-Trophy 2016/2017 podem igualmente ser obtidas naquele sítio online.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.