Mercedes abre centro de competências em Lisboa

Mercedes abre centro de competências em Lisboa

Portugal recebe o Digital Delivery Hub, o primeiro centro de competências digitais a nível mundial da Mercedes-Benz

170509-MercedesDigital-06Decorreu esta terça-feira em Lisboa a cerimónia de lançamento do Digital Delivery Hub da Mercedes-Benz, o primeiro centro de competências digitais e de soluções globais de software a nível mundial do construtor automóvel alemão que volta assim a apostar em Portugal para centros globais de conhecimento, isto depois de estar já em funcionamento em Portugal, a partir de Sintra, um centro de serviços partilhados a nível europeu de apoio ao pós-venda, capaz de prestar apoio às oficinas europeias autorizadas, aproveitando a mão de obra de qualidade existente em Portugal.

PUB

Numa cerimónia de apresentação do projecto do Digital Delivery Hub que contou com a presença do Primeiro-Ministro António Costa, mas também de Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa,  Sabine Scheunert, vice-presidente da divisão Digital & IT Marketing/Sales da Mercedes-Benz, ainda Marcus Breitschwerdt, responsável para o mercado europeu da Mercedes-Benz, e também Conrad Fritzsch, o líder do projecto Digital Marketing da Mercedes-Benz Cars, que conduziu toda a apresentação.

Como anfitrião do evento esteve também Niels Kowollik, CEO da Mercedes-Benz Portugal, destacando-se ainda a presença de Paddy Cosgrave, o CEO do Web Summit, o maior evento digital europeu que em 2017 terá a Mercedes-Benz como “main-sponsor”.

No momento de dar as boas vindas a Lisboa de todos os presentes, Fernando Medina, o presidente da Câmara Municipal da capital começou por destacar o Digital Delivery Hub como “um projeto especial” para a cidade de Lisboa que recebe um centro de uma das empresas “mais avançadas e comprometidas com o avanço tecnológico no mundo.”

170509-MercedesDigital-01170509-MercedesDigital-02170509-MercedesDigital-03170509-MercedesDigital-04

Marcus Breitschwerdt, por seu turno, deu conta daquilo do “bom negócio” que disse ser a aposta na Europa, frisando que a colaboração com as autoridades portuguesas foi vital para o rápido arranque deste projecto, o qual deverá tirar o melhor partido de um país de “cultura liberal e mente aberta que encaixa na filosofia da Mercedes-Benz”.

Com este centro de competências, a Mercedes-Benz pretende assumir-se como uma referência mundial no ambiente digital para a mobilidade como garantiu Sabine Scheunert, para quem ser “líder a construir carros já não é suficiente”. Segundo esta responsável, no centro das preocupações da empresa estão os clientes, surgindo o Digital Delivery Hub como mais um passo na estratégia da empresa para conseguir as melhores soluções globais.

Em termos práticos, o centro já abriu, para já no Second Home, no Mercado da Ribeira mas a Mercedes-Benz está a procura de instalações maiores e o Hub do Beato poderá ser uma solução para alojar este Digital Delivery Hub, um local de desenvolvimento de soluções digitais.

170509-MercedesDigital-05170509-MercedesDigital-07170509-MercedesDigital-08170509-MercedesDigital-09

A opção por Lisboa surgiu depois de uma pesquisa da Mercedes-Benz por diversos pólos possíveis na Europa, acabando por ser determinante também o apoio do Governo português e da Câmara Municipal de Lisboa. Isso mesmo foi enfatizado por António Costa que, no discurso de boas vindas a este projecto, iniciado com uma saudação num irrepreensível alemão, a língua-mãe da construtora Mercedes-Benz, lembrou que “a chave da competitividade está na inovação”.

Destacando os desenvolvimentos que Portugal tem conseguido no ensino tecnológico nos últimos 20 anos, António Costa deu conta dos números que evidenciam, segundo ele, esse desenvolvimento: “Em cerca de 10 anos, o número de cientistas e engenheiros no conjunto da população ativa portuguesa passou de 3% para 6,6% quando na Europa a média subiu no mesmo período dos 4% para os 7,7%. Portugal que se transformou num cluster da indústria automóvel, tem agora que evoluir também para as soluções digitais.”

Referência mundial nos serviços de mobilidade

Com a abertura deste centro de competências digitais, o primeiro a nível mundial, a Mercedes-Benz pretende tornar-se na referência mundial ao nível de serviços de mobilidade premium, procurando para tal recrutar jovens talentos na área da programação. Depois da abertura em 2016 do Network Assistance Center, este será o segundo intelligence center a ser criado em Portugal pela Mercedes-Benz.

Lisboa assume-se atualmente como um local de grande importância e referência no mundo digital e tecnológico. O dinamismo que se vive hoje neste sector faz com que seja um local de eleição para muitos dos talentos viverem nesta área e desenvolverem a sua atividade, tendo esta realidade sido determinante para outra parceria anunciada neste evento, através da colocação da Mercedes-Benz como um dos principais patrocinadores do Web Summit já este ano, naquela que é considerada a conferência de tecnologia digital mais importante do mundo.

170509-MercedesDigital-10170509-MercedesDigital-11170509-MercedesDigital-12170509-MercedesDigital-13

O Governo Português e a Câmara Municipal de Lisboa acompanharam toda a fase de implementação do novo centro, dinamizando todo o processo burocrático, sendo pretensão das autoridades portuguesas o aproveitar deste impulso para transformar a cidade de Lisboa no próximo hotspot digital a nível mundial.

2016 foi o melhor ano de sempre da história da Mercedes-Benz que, para manter a liderança, pretende continuar a inovar. O futuro da Mercedes-Benz passa pela estratégia C.A.S.E. que compreende os quatro pilares "Connected", "Autonomous", "Shared & Services" e "Electric Drive", surgindo o novo Digital Delivery Hub como uma peça essencial desta estratégia, ao acelerar a atual fase de transição da Mercedes-Benz, atualmente um fabricante de automóveis premium, para passar a ser um fornecedor líder de serviços de mobilidade premium.

A conjugação dos pontos fortes e das experiências da Mercedes-Benz com o espírito criativo dos jovens talentos que pretende recrutar, deverá originar, no entender do construtor germânico novos produtos digitais e modelos de negócio. Com unidades dinâmicas como o Digital Delivery Hub em Lisboa, serão desenvolvidos talentos altamente especializados num curto espaço de tempo.

Será importante que para o desenvolvimento do Digital Delivery Hub, a Mercedes-Benz procura atualmente talentos do mundo digital, devendo ser abertas vagas para especialistas nas áreas de desenvolvimento de software, programação de aplicações (apps), Big Data, Cloud computing, Java, Java Script e programadores de AEM, estando acessíveis todas as informações sobre este processo de recrutamento através de um endereço online que poderá ser acedido aqui mesmo.

reportagem: Jorge Reis

170509-MercedesDigital-14170509-MercedesDigital-15170509-MercedesDigital-16170509-MercedesDigital-17170509-MercedesDigital-18170509-MercedesDigital-19170509-MercedesDigital-20

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.