Naveco inaugura nova fábrica em Nanjing

Naveco inaugura nova fábrica em Nanjing

A Naveco, joint-venture da Iveco na China, inaugurou uma nova fábrica em Nanjing para produzir comerciais ligeiros, transmissões e motores

IvecoNewChinaDaily-FabricaFoi inaugurada em Qiaolin, na região de Nanjing (China), uma nova fábrica para veículos comerciais ligeiros, transmissões e motores, unidade que resultou de um investimento da Naveco no valor de 1.800 milhões de RMB (cerca de 246 milhões de Euros) para realocação de serviços e edificação de novas instalações, a nova fábrica em Qiaolin está entre as operações mais avançadas de veículos comerciais na China, em termos de tecnologia de produto e instalações fabris.

A nova fábrica, que cumpre com os regulamentos e processos World Class Manufacturing (WCM) da CNH Industrial, surge como uma aposta da Naveco, joint-venture dividida equitativamente entre a Iveco e a SAIC para o fabrico e venda de veículos comerciais ligeiros, transmissões e motores, que ali inaugurou na passada sexta-feira uma nova fábrica em Qiaolin, na região de Nanjing, na província de Jiangsu (China). No âmbito da cerimónia de inauguração, a Naveco comemorou a saída da linha de montagem da primeira unidade da nova China Daily.

O evento contou com a presença de Pierre Lahutte, presidente da Iveco, também de Stefano Pampalone, COO APAC da CNH Industrial, ainda de Yu Jianwei, vice-presidente da SAIC Motor e membro da Naveco BOD, e de Feng Yuan, Director Geral Adjunto da Divisão de Negócios de Veículos Comerciais da SAIC Motor. Esteve também presente Stefano Beltrame, Cônsul Geral de Itália em Xangai.

Com uma área de implantação de mais de 843.000 metros quadrados, dos quais 250.000 cobertos, nova fábrica de Qiaolin aumenta a capacidade de produção do Naveco para 100.000 veículos por ano. Trata-se de uma operação ambiental de classe mundial, recorrendo, entre outras, à regeneração de energia com recurso a soluções diversas, tal como um sistema fotovoltaico de aproveitamento de energia solar, ali também se recuperando as águas das chuvas e tendo um processo de reciclagem de água.

Reduz-se, assim, o impacto ambiental das suas operações através de práticas tais como o processo de pós combustão TNV para gases, tratamento da água da chuva, dos esgotos e de águas residuais. Ali, graças às suas tecnologias sustentáveis e processos implementados, a Naveco visa reduzir o consumo de energia em 30% e aumentar o valor de saída per capita na ordem dos 25%.

As novas instalações cumprem as regras e os processos dos standards World Class Manufacturing (WCM) da CNH Industrial. Este sistema de produção tem como objetivo eliminar todas as formas de desperdício e perdas, bem como alcançar zero defeitos de qualidade, zero falhas e zero acidentes, visando reduzir o inventário e operar segundo um sistema de entrega just-in-time. O WCM foi projectado para gerir operações industriais altamente eficientes e alcançar grande flexibilidade, de modo a responder rapidamente a mudanças na procura.

Os fluxos de logística e organização dos locais de trabalho de Qiaolin foram optimizados. A produção dos principais componentes, como motores, suspensões e caixas de velocidades, está concentrada num único local, de modo a maximizar a eficiência e produção da mecânica, num processo quase totalmente automatizado. Uma outra área, de dimensão significativa, está dedicada ao desenvolvimento de produtos e às actividades de construção de carroçarias.

A extensa automação dos processos contribui para que a fábrica garanta, de modo consistente, uma elevada qualidade, produtividade e segurança. A soldadura de elevada precisão é assegurada por mais de 130 robôs que operam numa oficina de soldadura moderna e flexível. Uma nova prensa robotizada recorre ao corte a laser 3D.

A elevada qualidade do processo de pintura depende de uma ultra-avançada área de pintura: um processo de pré-tratamento, ecoat por imersão, aplicação de tinta em 3 camadas totalmente robotizada e proteção adicional da carroçaria inferior por PVC garantem uma excelente protecção e qualidade acabamento da cabina. Um espaço amplo e moderno integra o processo final de fabrico.

Será importante referir que a presença da Iveco na China data de 1986, quando a Nanjing Automobile Corporation (NAC) adquiriu a licença para produzir o Iveco Daily. A Iveco tornava-se, assim, no primeiro Construtor de Equipamentos Originais (OEM) da Europa a estabelecer uma parceria com um fabricante local de Veículos Comerciais. Desde então, Iveco tornou-se sinónimo de veículos comerciais seguros e eficientes na China, complementando a oferta da gama Naveco Daily com a Daily europeia e com os seus veículos de maior peso bruto, muito apreciados por clientes altamente profissionais.

Localizada em Nanjing e empregando cerca de 3.200 pessoas, as operações da Naveco integram uma rede composta por 8 centros regionais, que suportam 119 revendedores e 349 pontos de serviço, cobrindo a totalidade do território chinês.

A Naveco compete no crescente segmento dos autocarros e furgões ligeiros, tendo registado em 2016 um volume total de 365.000 unidades no mercado do país. No segmento secundário denominado “European style”, que se espera registe um crescimento impulsionado pela procura do cliente por níveis mais elevados de eficiência e conforto, a NAVECO detém uma quota de mercado de 25,9%.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.