Fabrice Crevola assume Renault Portugal, SA

Fabrice Crevola assume Renault Portugal, SA

Francês de 46 anos, o novo Administrador-Delegado da Renault substitui no cargo Laurent Diot que foi chamado a outras funções no Grupo

FabriceCrevola02Fabrice Crevola é, desde o dia 1 de Julho de 2017, o novo Administrador-Delegado da Renault Portugal, SA, substituindo no cargo Laurent Diot , que foi chamado a desempenhar outras funções no Grupo Renault. De nacionalidade francesa, 46 anos de idade, casado, e pai de dois filhos, Fabrice Crevola é licenciado pela Lyon Business School e detém um Bacharelato em Economia pela Universidade de Sussex no Reino-Unido.

PUB

Fabrice Crevola iniciou a carreira na Renault, em 1994, como assistente de Marketing e, curiosamente, em Portugal, na então Renault Portuguesa. No final de 1995 foi para França, exercendo, até abril de 1998, várias funções nas áreas de Marketing e de Vendas do Renault Retail Group. Entre 1998 e 2003, desempenhou funções na Renault França, novamente nas áreas de Marketing e Vendas, tendo iniciado, em 2003, uma nova etapa internacional, desta vez na Renault Itália, como responsável do Planeamento de Marketing e Comercial.

Entre 2005 e 2011 Fabrice Crevola retornou a França, tendo desempenhado várias funções, entre as quais a de Assistente Executivo do Vice-Presidente Executivo do Grupo para Marketing e Vendas, e Responsável da estratégia de Preços para todo o universo do grupo Renault. Já no final de 2011, retomou a carreira Internacional, assumindo a função de Diretor de marketing da Renault Polónia e, posteriormente, após uma reorganização do grupo Renault na Europa, assumindo funções de Diretor de Marketing do cluster leste, que engloba, para além da Polónia, os Países Bálticos (República Checa, Eslováquia e Hungria).

Em junho de 2014, assumiu a função de Diretor de Marketing do cluster sul que engloba a Itália e a Grécia, cargo que desempenhou nos três últimos anos, até à sua nomeação como Administrador-Delegado da Renault Portugal.

Para Fabrice Crevola “assumir a condução dos destinos da Renault Portugal é uma grande responsabilidade”. “A Renault tem, em Portugal, uma posição de liderança de quase duas décadas, que faz dela uma referência incontornável do mercado. Manter a marca nesse patamar é um grande desafio, para além das ambições associadas à Dacia. Mas tenho a certeza que, com a qualidade dos profissionais da Renault Portugal e da sua Rede de Distribuição, conseguiremos que o Grupo Renault cresça para reforçar a sua presença no País”, resumiu.

FabriceCrevola03

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.