Carsharing DriveNow já rola em Lisboa

Carsharing DriveNow já rola em Lisboa

Uma forta de 211 carros das marcas BMW e Mini permitem a partir de hoje um novo serviço de carsharing em Lisboa

170912-DriveNow-01Lisboa é, a partir desta terça-feira, a primeira cidade ibérica a dispor do serviço de carsharing DriveNow, uma joint venture entre o grupo BMW e a Sixt SE que em Portugal tira o melhor partido de uma parceria com a Brisa em regime de franchising. Depois de ter sido apresentado este serviço no final do mês de Agosto, num evento que o LusoMotores acompanhou, o serviço entra finalmente em funcionamento na capital portuguesa, passando deste modo a DriveNow a assumir a sua presença em 13 cidades europeias expandindo o seu serviço para o sul da Europa.

PUB

A frota do serviço DriveNow inclui 211 modelos BMW e MINI — o MINI Cooper de 3 e 5 portas, o MINI Clubman, ainda o BMW Série 1 e o BMW i3 elétrico —, os quais estarão disponíveis em Lisboa, numa área de operação inicial que cobre 48 quilómetros quadrados na cidade, assegurando serviço nas suas zonas mais movimentadas e mais procuradas. À beira do Tejo, no novo espaço Sud Lisboa, foi possível o arranque oficial do serviço DriveNow, acompanhado pelo CEO da empresa, Nico Gabriel, para quem se assiste actualmente a “uma conjuntura positiva” para este lançamento.

"Como em muitas capitais, Lisboa enfrenta o desafio de reduzir o tráfego e as emissões. Actualmente, em Lisboa já existe uma oferta no que diz respeito à partilha de veículos — carros e motos —, no entanto, para nós, esta conjuntura é positiva, já que leva aos utilizadores a terem maior oferta, com a vantagem de que, com a DriveNow, poderão circular em carros de marcas premium fazendo-o com um valor acessível", referiu Nico Gabriel, acrescentando ainda que "a Brisa tem uma grande experiência na gestão e manutenção de tráfego e um grande conhecimento no que diz respeito à preocupação ambiental, o que para nós é um ponto fulcral na presença em Lisboa. Através desta aliança com o Grupo Brisa, a DriveNow inicia a sua terceira operação europeia em sistema de franchising”.

Por seu turno, Vasco de Mello, CEO do Grupo Brisa, destacou a “visão clara do futuro da mobilidade nas cidades” que a Brisa possui “com base em modelos colaborativos, multimodais e de partilha.”

“O ecossistema Via Verde é a materialização deste novo posicionamento estratégico como operador premium de mobilidade. Por esta razão, escolhemos a DriveNow como parceiro para o desenvolvimento de uma solução premium de carsharing para Lisboa”, afirmou o responsável máximo da Brisa.

170912-DriveNow-02170912-DriveNow-04

O número de registos da DriveNow é de aproximadamente 1 milhão, sendo que em Portugal, antes de a operação arrancar, conta já com mais de sete mil registos. Será importante referir que, depois de registado, qualquer utilizador da DriveNow poderá usar o sistema em qualquer país onde se encontra.

Por outro lado, os clientes da DriveNow têm direito a um serviço de carsharing, com tudo incluído (combustível, seguro e estacionamento), assente no conceito de free floating carsharing, em que é possível deixar ou apanhar o carro, em qualquer local dentro da área de operação, com pagamento de 29 cêntimos a cada minuto e sem custos anuais ou outras comissões.

A operação em Lisboa

Em Lisboa, a área de operação cobre 48 quilómetros quadrados, de leste a oeste e de norte a sul da cidade, assegurando serviço nas suas zonas mais movimentadas e mais procuradas.

A utilização do serviço está suportada numa app, disponível nas lojas Google Play e App Store, e que já conta com 970 mil utilizadores na Europa. Os clientes Via Verde beneficiam de uma solução integrada para o registo e o pagamento da DriveNow.

A título exemplificativo, uma viagem do Aeroporto de Lisboa ao Marquês de Pombal custará entre 4 e 6 euros, uma viagem do Saldanha a Belém custará entre 5 e 7 euros, e uma viagem de Alvalade ao Martim Moniz custará entre 4 e 5 euros, encontrando-se já há alguns dias em curso uma campanha de pré-lançamento contando, durante uma primeira fase, com uma campanha com registo gratuito.

Em termos práticos, os clientes da DriveNow têm acesso a um serviço de carsharing, com tudo incluído (combustível, seguro e estacionamento), assente no conceito de free floating carsharing, em que é possível deixar ou apanhar o carro, em qualquer local dentro da área de operação, com pagamento de 29 cêntimos, 31 cêntimos e 34 cêntimos por minuto e sem custos anuais ou outras comissões, estando a utilização do serviço suportada na app DriveNow, disponível nas lojas Google Play e App Store.

170830-DriveNow-12170912-DriveNow-03

DriveNow e Brisa em parceria

A chegada deste serviço de carsharing a Portugal resulta assim da parceria entre a DriveNow e o Grupo Brisa. A primeira, aliás, resulta ela própria de uma joint venture do BMW Group e da Sixt SE para o carsharing, aparecendo disponível em diferentes cidades europeias onde oferece para utilizar uma gama de veículos de alta qualidade das marcas BMW e MINI, com base no princípio do free-float.

Os veículos podem ser contratados e devolvidos dentro de uma área de atividade definida, sendo que mais de 970 mil clientes registados localizam e reservam veículos usando a App ou o website DriveNow, podendo usar este serviços em várias cidades. A DriveNow opera uma frota de cerca de 5900 veículos em Munique, Berlim, Düsseldorf, Colónia, Hamburgo, Viena, Londres, Copenhaga, Estocolmo, Bruxelas, Milão, Helsínquia e Lisboa. Em todas estas cidades, estão disponíveis BMW i3.

Vários estudos revelados por esta entidade de carsharing europeia provaram que “um veículo DriveNow substitui pelo menos três carros privados”, procurando deste modo a DriveNow contribuir para melhorar a situação do tráfego nas cidades.

Já em relação ao Grupo Brisa, foi fundado em 1972 e opera mais de 1600 km de autoestradas com portagem em Portugal. A Brisa é hoje o maior operador privado de infraestruturas de transporte em Portugal sendo uma das referências mundiais do seu setor, nos domínios da eficiência operacional, das soluções tecnológicas de cobrança de portagens e de gestão ativa do tráfego, bem como no domínio da inovação nos serviços de mobilidade.

A nível mundial, o Grupo Brisa foi pioneiro na cobrança eletrónica de portagens, através da Via Verde, sistema que hoje está a alargar a sua gama de serviços para as cidades e para a mobilidade partilhada.

170912-DriveNow-05170912-DriveNow-06

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.