Mercedes-Benz Portugal com novo recorde em 2017

Mercedes-Benz Portugal com novo recorde em 2017

A prestação do construtor de Estugarda em Portugal permitiu os melhores resultados de sempre mantendo a sua tendência de crescimento

Mercedes-Benz-2017-001A Mercedes-Benz Portugal apresentou no início da semana os resultados da sua operação entre nós relativos a 2017, ano em que conseguiu a melhor prestação de sempre entre nós , mantendo a tendência de crescimento registada em anos anteriores (+6,3%) em 2017. Em termos de quota de mercado, a marca da estrela mantém uma das maiores quotas de mercado a nível Europeu — 7,3% —, tendo sido ainda a quarta marca mais comercializada em Portugal.

PUB

Ainda em 2017, a smart registou igualmente um crescimento assinalável ao comercializar 3.126 unidades em 2017, valor que surge como a segunda melhor marca de sempre no país, garantindo no mercado nacional a maior quota a nível mundial. No total, foram comercializadas 3.126 unidades smart, marca que, em 2018, celebra 20 anos de existência, garantindo até ao momento mais de 63.270 unidades a circularem em Portugal e mais de 2 milhões a nível mundial.

Em termos globais, Mercedes-Benz e smart terminaram 2017 com 19.399 unidades vendidas, tendo o Grupo comercializado entre nós 21.946 modelos entre automóveis, comerciais ligeiros, pesados e de passageiros.

O ano de 2017 foi deste modo o melhor de sempre para a Mercedes-Benz em Portugal, tendo comercalizado 16.273 automóveis para o crescimento já referido de 6,3% face a 2016, tornando-se, assim, um recorde absoluto no mercado nacional. Estes números, aliás, foram destacadas no encontro com os jornalistas mantido na última segunda-feira, onde os responsáveis do Grupo em território luso não esconderam a sua satisfação.

Mercedes-Benz-2017-002Mercedes-Benz-2017-003Mercedes-Benz-2017-004Mercedes-Benz-2017-005Mercedes-Benz-2017-006

Niels Kowollik, CEO e administrador executivo da Mercedes-Benz Portugal, dirigindo-se aos jornalistas num português já perfeitamente compreensível, destacou a recuperação que a Mercedes garantiu após a crise económica. Neste ano de 2017, a marca de Estugarda garantiu no mercado nacional o quarto posto no ranking de vendas, ficando a 200 unidades da Volkswagen no terceiro posto, um número que Jorge Aguiar, director de Marketing da Mercedes-Benz Portugal, explicou com “as 400 unidades matriculadas pela Volkswagen no último dia do ano”.

Os números apresentados pela Mercedes-Benz, por seu turno, e de acordo com Nuno Mendonça, director geral de Vendas e Marketing, foram conseguidos com um volume de vendas muito assente nos grandes centros urbanos, mas ainda assim permitindo o que disse ser um crescimento de 6,3% “de forma sustentada”, avançando a marca para uma fase “de consolidação do crescimento”.

Entre os modelos Mercedes-Benz mais procurados a nível nacional, o destaque vai para o Classe A com 4.702 unidades comercializadas. Ainda no segmento compacto, o CLA e CLA Shooting Break foram igualmente bem sucedidos, com 2.261 unidades vendidas, não podendo ser esquecida a nova geração do GLA, lançado em Março, com 857 unidades comercializadas e um total de 1.179 unidades entregues. O segmento compacto da Mercedes-Benz vendeu 8.728 unidades em 2017.

A família Classe E ficou completa em 2017 com a chegada do Coupé, da Station All-Terrain e do Cabriolet, sendo que o volume de vendas desta gama, que inclui CLS e GLE, atingiu as 2.258 unidades. Ainda no segmento executivo, destaque para o novo Classe S Facelift (na variante limousine), lançado em Setembro de 2017, que comercializou 98 unidades em apenas 4 meses. No total, o Classe S comercializou 168 unidades Limousines (geração anterior e facelift), 11 Coupés e 8 Cabriolets para um total de 187 unidades entregues a clientes.

Mercedes-Benz-2017-007Mercedes-Benz-2017-008Mercedes-Benz-2017-009Mercedes-Benz-2017-010Mercedes-Benz-2017-011

Olhando para os números agora apresentados fica ainda o registo de 151 unidades da marca desportiva AMG vendidas, o que resultou num crescimento de mais 25% do que no ano anterior, tendo sido vendidos 3.126 automóveis smart, mais três por cento face a 2016.

A satisfação dos responsáves da Mercedes-Benz não se limita no entanto à prestação que a marca teve entre nós, isto porque também a nível mundial os resultados em 2017 foram assinaláveis, com a Mercedes-Benz a conseguir pelo sétimo ano consecutivo um recorde de vendas mundiais, com cerca de 2,3 milhões de carros vendidos, um aumento de 9,9% face ao ano anterior. Aliás, a marca da estrela foi a marca “premium” mais vendida na indústria automóvel pelo segundo ano consecutivo, tendo batido recordes de crescimento de vendas em mercados tão distintos quanto são a Grã-Bretanha (6,4%), França (9,7%), Espanha (11,9%), Bélgica (15,1%), Suíça (7,7%), Suécia ( 15,4%), Polónia (42,4%) e Áustria (15,2%).

Quando o futuro aponta para a chegada de uma nova geração de modelos eléctricos no grupo Daimler para os quais a Mercedes-Benz antecipa a denominação EQ, foram já dados passos consolidados visando a sustentação da evolução da tecnologia da marca, nomeadamente em Portugal através do aumento de 89,5% de vendas referentes a viaturas Plug-In Hybrid.

reportagem: Jorge Reis

Mercedes-Benz-2017-012

Mercedes-Benz-2017-013Mercedes-Benz-2017-014

 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.