O mercado automóvel continua a subir de forma bem evidente a exemplo do que tem vindo a acontecer desde o início do ano tendo, no mês de Agosto, registado uma subida considerável de mais 25,4 por cento relativamente aos números do ano passado, sendo este crescimento agora revelado pela ACAP explicado por esta associação pela antecipação de compras de veículos ligeiros registada devido ao receio do aumento dos impostos por força da transição para um novo ciclo de ensaios (WLTP) com impacto na medição das emissões de CO2. Assim, e em termos concretos, em Agosto de 2018 foram matriculados 18.621 veículos automóveis.

Em termos globais, para o período de Janeiro a Agosto de 2018, foram colocados em circulação 198.350 novos veículos, o que representou um crescimento homólogo de 7,6 por cento. Já se olharmos para o mercado por categorias e tipos de veículos, e tendo como referência temporal o mês de Agosto agora findo, foram matriculados em Portugal 15.281 automóveis ligeiros de passageiros novos, ou seja, mais 28,0 por cento do que no mês homólogo do ano anterior, números que vistos em relação aos oito primeiros meses de 2018 permitem encontrar 169.827 veículos ligeiros de passageiros vendidos, o que se traduziu numa variação positiva de 8,4 por cento relativamente a período homólogo de 2017.

O mercado de ligeiros de mercadorias registou em Agosto de 2018 uma evolução favorável, tendo crescido 17,0 por cento face ao mês homólogo do ano anterior, situando-se nas 2.894 unidades matriculadas. Em termos acumulados, no período de Janeiro a Agosto de 2018 o mercado atingiu 25.121 unidades, o que representou um acréscimo de 3,9 por cento face ao período homólogo do ano anterior.

Por fim, e no que diz respeito ao mercado de veículos pesados, no último mês de Agosto verificou-se um aumento de 1,8 por cento em relação ao mês homólogo de 2017, tendo sido comercializados 446 veículos desta categoria. Nos oito primeiros meses de 2018 as matrículas totalizaram 3.402 unidades, o que representou um decréscimo do mercado de 2,4 por cento relativamente ao período homólogo do ano passado.

Pin It