A Mercedes-Benz, para a sua divisão AMG, acaba de lançar o que promete ser a proposta de melhor performance para a nova geração GLE com o GLE53 4Matic+, um SUV que tem como base para a sua assinatura AMG, referente à dinâmica de condução, o motor 3.0 litros de seis cilindros em linha e 435 cv de potência máxima, com tracção integral variável e transmissão automática de 9 velocidades.

Em termos de imagem, a grelha da secção dianteira que esconde atrás de si o radiador, com as 15 tiras verticais a darem conta de que estamos claramente perante um modelo AMG, é afinal um dos elementos que melhor identificam esta proposta, sendo possível ainda assim encontrar inúmeros detalhes que não nos deixa espaço para qualquer dúvida quanto à realidade deste SUV.

O sistema de escape de desempenho seleccionável e os comandos permitidos no volante AMG, prometem para este GLE53 4Matic+ a capacidade de permitir na experiência de condução algo particularmente apaixonante e pleno de emoções, afirmando Tobias Moers, o director executivo da Mercedes-AMG GmbH, ser importante para esta entidade “poder continuar no topo com a nova geração do GLE quando se trata de inovações, dinâmica de condução, individualidade e design.”

“O primeiro passo aqui é o novo Mercedes-Benz AMG GLE53 4MATIC +, com o qual oferecemos aos nossos clientes mais potência do que o modelo anterior, bem como a nossa tecnologia neste novo GLE53, sem dúvida um membro de pleno direito da família AMG", acrescentou Tobias Moers.

A peça central deste modelo da Mercedes-Benz acaba naturalmente por ser o bloco híbrido de 3,0 litros com turbocompressor duplo e um compressor auxiliar elétrico.

O motor em linha de 6 cilindros gera os já referidos 435 cv de potência e oferece um binário máximo de 520 Nm. Um gerador de arranque EQ Boost fornece uma potência adicional de 16 kW, mais 250 Nm de torque, além de alimentar o sistema elétrico interno de 48 volts.

Toda esta tecnologia tem por propósito melhorar o desempenho AMG e a dinâmica de condução, mas também reduzir o consumo de combustível e as emissões, algo que aparentemente terá sido conseguido já que a Mercedes-Benz promete com este GLE53 4MATIC + uma capacidade de aceleração dos zero aos 100 km/h em apenas 5,3 segundos para uma velocidade eletronicamente limitada de 250 km/h.

© LusoMotores

Pin It