A Volvo Cars acaba de ser distinguida pela sua estratégia de sustentabilidade e reutilização de material de plástico, reconhecida na edição anual dos Plastics Recycling Awards Europe que, este ano, se realizou em Amsterdão, na Holanda.

Dentro da categoria Automotive, Electrical or Electronic, a marca sueca conquistou o ambicionado troféu de Product of the Year com a versão especial Volvo XC60 T8 plug-in hybrid, no qual vários dos seus componentes de plástico foram substituídos por materiais equivalentes de natureza reciclada. Recorde-se que no ano passado a Volvo Cars anunciou a sua ambição de pretender, a partir do ano 2025, que pelo menos 25% de todo o plástico utilizado em cada um dos seus novos modelos seja produzido a partir de material reciclado.

Este é o compromisso mais ambicioso sobre a utilização de plástico reciclado feito pelos construtores automóveis e destaca não só, a ambição da Volvo Cars em reduzir o seu impacto ambiental mas também a importância da economia circular no desenvolvimento dos seus automóveis.

Como forma de demonstrar a viabilidade desta premissa, a marca revelou em 2018 uma versão especial XC60 T8 plug-in hybrid, com um aspeto idêntico ao modelo atualmente existente, no qual vários dos seus componentes de plástico foram substituídos por materiais equivalentes de natureza reciclada.  

Volvo electrificados serão 50% das vendas em 2025

“A Volvo Cars está comprometida com a redução da sua pegada ambiental. Se a indústria automóvel também quiser levar este compromisso a sério terá de ser mais eficiente na reutilização dos seus materiais. Estamos fortemente comprometidos nesta transição e utilizar plástico reciclado é um exemplo da nossa ambição”, afirmou a este propósito Martina Buchhauser, senior vice-president da Volvo Cars.

Este modelo faz parte de um alerta feito pela Volvo para a necessidade dos construtores automóveis trabalharem em maior proximidade com os seus fornecedores para que seja possível desenvolver componentes tão sustentáveis quanto possível especialmente aqueles que utilizem plástico reciclado. Até agora a resposta que tem vindo a ser dada por parte dos fornecedores tem sido muito positiva.

foto 006

A Volvo Cars anunciou em 2017 que pretende reduzir a pegada ambiental dos seus produtos e operações. Nesse ano, a marca assumiu que, a partir de 2019, todos os seus novos modelos iriam incorporar motorizações eletrificadas. A Volvo Cars reforçou esse objetivo e pretende que, pelo ano de 2025, as motorizações eletrificadas representem cerca de 50% das suas vendas mundiais.

A empresa espera conseguir atingir, a partir de 2025, um impacto climático neutro do seu nível de operações mundiais. Recorde-se que, em 2018, a Volvo Cars havia instalado 15.000 painéis solares na sua fábrica de Ghent, na Bélgica, e que, no início desse mesmo ano, a sua fábrica de Skovde, na Suécia, havia sido a primeira a atingir esse estatuto.

No ultimo mês, a marca sueca anunciou que irá substituir as atuais instalações de pintura da sua fábrica de Torslanda, na Suécia, por uma nova unidade que irá ser capaz de reduzir em cerca de um terço o consumo de energia e de emissões que esta atividade requer.

A Volvo Cars está também fortemente comprometida na redução do plástico e até final do ano terá removido os objetos de utilização única dos seus escritórios, cantinas e eventos (cerca de 20 milhões de unidades) No seu lugar, a marca utiliza agora objetos biodegradáveis feitos, por exemplo de papel e madeira.

Pin It