O negócio da mobilidade cresce a um ritmo mais acelerado do que o próprio mercado e a Bosch, consciente disso mesmo, está a transformar a mobilidade em amiga do ambiente fazendo-o a um custo acessível. No panorama actual, o negócio da mobilidade enfrenta um ambiente difícil mas, garantindo a chave para a mobilidade do futuro, a Bosch investe anualmente três mil milhões de euros em desenvolvimento de software.

Dos motores de combustão às células de combustível, a Bosch está a aprimorar ainda mais todos os tipos de motores, para além de procurar dar mais um passo para a condução autónoma através da autorização garantida para serviço de estacionamento autónomo.

No que diz respeito à eletromobilidade, a Bosch segue na pista rápida, isto porque nenhuma outra empresa possui tanta experiência neste domínio, e isso reflete-se nos resultados. Afinal, desde o início de 2018, a Bosch recebeu pedidos de eletromobilidade no valor de aproximadamente 13 mil milhões de euros, incluindo projetos de produção de transmissões elétricas para automóveis e camiões ligeiros. Graças a esses pedidos bem-sucedidos e à sua força inovadora, a Bosch mantém-se estável num ambiente que é atualmente difícil.

Bosch IAA 01 powercell01

Bosch IAA 02 RollingChassis

Bosch IAA 03 AutomatedDriving

O sector de negócios das Soluções de Mobilidade continua a desenvolver-se melhor do que a produção automóvel global em 2019. Apesar da atual tendência de queda significativa do mercado, as vendas das operações do setor ficarão logo abaixo do nível alcançado no ano anterior.

“A transformação da mobilidade envolve desafios, mas também oportunidades. Queremos compreendê-los”, afirma Volkmar Denner, presidente do conselho de administração da Bosch para quem “a empresa, tecnologicamente, está a abordar a mobilidade do futuro com uma mente aberta. Essa postura faz com que seja possível melhorar ainda mais os motores convencionais e a eletrificação de rastreamento rápido.”

“Além disso — acrescenta —, a empresa continua a trabalhar no sentido de tornar a mobilidade automatizada, conectada e personalizada. Uma das chaves para que isso aconteça está na eletrónica e no software. As operações de mobilidade da empresa empregam atualmente cerca de 14.000 engenheiros de software, e os gastos anuais com experiência em software chegam a 3 bilhões de euros.”

O objetivo é manter as pessoas móveis de maneira ecológica e garantir que a mobilidade seja acessível a todos, reforçando Denner que “a Bosch está a tornar a mobilidade acessível e amiga do ambiente.”

© LusoMotores

Bosch IAA 04 AutomatisierterParkservice

Bosch IAA 05 IAA Shuttle

Bosch IAA 07 Chargers

Bosch IAA 08 app

Pin It