Em tempos de pandemia, a Porsche Ibérica e a sua rede de Centros Porsche em Portugal e Espanha estão a conseguir angariar uma importante quantia em dinheiro para os seus projetos solidários através de doações importantes durante a segunda fase do Porsche SOMA. O recomeço da atividade que, no caso da Porsche, e segundo a informação adiantada pelos seus responsáveis, está a decorrer de forma positiva numa época de muitos desafios, permite que a recolha para os Bancos Alimentares aumente a um ritmo notável.

Foi aliás durante os momentos mais difíceis da pandemia que nasceu o Porsche Compromisso Social (PCS), um novo “selo” da marca que pretende identificar movimentos solidários com os quais pode colaborar de forma direta. A iniciativa da Porsche Ibérica arrancou de imediato para entregar um total de 6.000 refeições (cerca de 100 por dia) a pessoas desfavorecidas.  

Praticamente em paralelo, foi nascendo o segundo projeto denominado Porsche SOMA, que consiste num acordo com a Rede de Emergência Alimentar e a sua homónima espanhola, Federación Española de Bancos de Alimentos (FESBAL), para levar a cabo em três fases. A primeira consistiu num donativo de 30.000 euros por parte da Porsche Ibérica à FESBAL, devendo agora a segunda fase deste acordo prolongar-se até ao final do mês de Julho, devendo incluir também os Centros Porsche de Portugal e Espanha para uma recolha de fundos que deverão ser entregues integralmente aos Bancos Alimentares. Todas as iniciativas da Porsche Compromisso Social poderão entretanto ser acompanhadas online numa página web que disponibiliza todas as informações relativas ao tema.

Desde o recomeço da atividade, os concessionários estão a recuperar os seus números habituais e a marca, em comunicado, adianta que “o ritmo atual é muito animador”. “Estamos muito empenhados em fazer a nossa parte. Queremos estar totalmente comprometidos com este objetivo de poder ajudar a Rede de Emergência Alimentar”, assinala Tomás Villén, Diretor-Geral da Porsche Ibérica. “Somos conscientes de que todos devemos ajudar nestes momentos difíceis e nós estamos a fazê-lo junto à nossa rede e com os nossos clientes”.

Porsche TomasVillen CEO PorscheIberica

Fruto destes bons dados, as expetativas de doação são verdadeiramente otimistas. Entre as refeições solidárias e a doação final à Rede de Emergência Alimentar e FESBAL, a Porsche Ibérica estima que o valor total destinado a estas ações solidárias no ano de 2020 ascenderá a cerca de 400.000 euros em Portugal e Espanha. Um valor record para a marca em termos ibéricos num projeto mobilizador para toda a organização Porsche em termos ibéricos.

Uma vez que termine esta segunda etapa, o projeto Porsche SOMA terminará com a Taycan Electrotour, um percurso à volta da península Ibérica com o novo desportivo cem por cento elétrico da marca, que irá converter os quilómetros percorridos em quilogramas de alimentos. 

Porsche IsabelJonet“A ajuda não pode parar junto das pessoas mais vulneráveis que, em resultado e no respeito absoluto do Estado de Emergência e das medidas decretadas para conter a propagação da pandemia, ficaram, entretanto, privadas da assistência alimentar que normalmente recebem”, afirma Isabel Jonet, Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome e da ENTRAJUDA.

“A colaboração da Porsche Ibérica nestes momentos é um impulso de grande valor para podermos chegar a mais famílias carenciadas. Desenvolveram um projeto muito completo e trataremos de aproveitar ao máximo todos os recursos que nos vão doar”, conclui.

“A nossa satisfação não pode ser maior, pois, neste caso, a reativação do negócio tem implícita uma doação que destinamos às pessoas mais desfavorecidas”, comenta Tomás Villén. “Como empresa, a Porsche manteve a mesma filosofia desde o seu início: temos a obrigação de devolver à sociedade tudo o que, por fortuna, recebemos dela”.

LusoMotores

Pin It