Assente em todo o conhecimento que possui sobre a realidade dos veículos eléctricos garantida por anos de liderança do mercado com o agora já “velhinho” Nissan Leaf, o construtor nipónico apresentou esta quarta-feira o novo Nissan Ariya, um modelo que aponta ao segmento dos SUV eléctricos e que promete 500 quilómetros de autonomia, um crossover com linhas futuristas que transporta basicamente o desenho do protótipo que lhe deu origem e que deverá chegar ao mercado luso em 2021.

Concebido sobre a plataforma modular para veículos elétricos desenvolvida pela Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, o Nissan Ariya agora revelado enquanto crossover coupé eléctrico pretende permitir um novo capítulo para os automóveis eléctricos da marca. Makoto Uchida, CEO da Nissan e Ashwani Gupta, COO, desvendaram o Nissan Ariya a nível global durante um evento transmitido em direto a partir do Pavilhão Nissan, em Yokohama, cuja abertura ao público é esperada para breve.

NissanAriya 02

O Nissan Ariya é o primeiro crossover coupé totalmente elétrico, prometendo uma aceleração que o construtor aponta como suave e poderosa, um funcionamento silencioso e um habitáculo com uma atmosfera acolhedora, semelhante a um lounge luxuoso. As suas funcionalidades de condução autónoma de utilização fácil, o assistente pessoal por voz e a conectividade totalmente integrada visam aumentar a confiança na estrada e proporcionar um ambiente acolhedor e seguro para condutor e passageiros.

Com uma autonomia estimada de 500 quilómetros (ciclo WLTP, sujeito a homologação), o Nissan Ariya promete ser assim o parceiro ideal quer para deslocações diárias, quer para viagens longas. Proposto em cinco versões, o Ariya terá como versão de entrada o Ariya 2WD, de duas rodas motrizes e com bateria de 63 kWh. Para esta variante, o Ariya permitirá uma autonomia de 360 quilómetros e uma velocidade máxima de 160 km/h, com uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos.

A necessidade de maior autonomia implicará a opção por uma versão com uma maior potência, de 87 kWh, com a qual será então possível elevar a autonomia para 500 quilómetros. Depois, haverá ainda lugar às versões de tracção integral e-4orce, com dois motores elétricos. Com a bateria de 63 kWh a autonomia é de 340 quilómetros, sendo a velocidade máxima de 200 km/h e a aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,9 segundos. Na versão de 87 kWh a autonomia passa para 460 quilómetros. Haverá ainda uma quinta versão mais desportiva, no Nissan Ariya e-4orce 87 kWh Performance, uma variante que propõe uma aceleração dos zero aos 100 km/h em 5,1 segundos e uma autonomia de 400 quilómetros.

Refira-se que para já, naturalmente, ainda não há preços propostos para este modelo, sabendo-se apenas que a Fox News teve já oportunidade de citar “fontes da Nissan” para adiantar um preço para a versáo base de 40 mil dólares, qualquer coisa como cerca de 35.200 euros.

Conheça com o LusoMotores as especificações do novo Nissan Ariya para o mercado europeu...

NISSAN ARIYA (2WD) - ARIYA (AWD – e-4ORCE)
Capacidade da bateria (estimada, sujeita a homologação)
65 kWh (nominal)
63 kWh (utilizável)
90 kWh (nominal)
87 kWh (utilizável)
65 kWh (nominal)
63 kWh (utilizável)
90 kWh (nominal)
87 kWh (utilizável)
90 kWh (nominal)
87 kWh (utilizável)
Potência
160 kW 178 kW 205 kW 225 kW 290 kW
Binário
300 Nm 300 Nm  560 Nm 600 Nm 600 Nm
Aceleração (0-100 km)
7,5 s  7,6 s  5,9 s  5,7 s  5,1 s
Velocidade máxima
160 km/h 160 km/h 200 km/h 200 km/h 200 km/h
Autonomia estimada (*Estimativa com base no WLTP)
Até 360 km Até 500 km Até 340 km Até 460 km Até 400 km
Medidas
Comprimento 4.595 mm
Largura 1.850 mm
Altura 1.660 mm
Peso (dependendo da versão e do equipamento) 1,8 t 2,3 t
Distância entre eixos 2.775 mm
Capacidade da bagageira 2WD: LHD 468 l, RHD 466 l 4WD: LHD 415 l, RHD 408 l
Tipo de carregamento CCS (para a Europa)
Tamanho dos pneus (dianteiros e traseiros) 235/55R19 255/45R20 (disponíveis como opção)

LusoMotores

Pin It