Apresentado como um veículo diferente e especial para a própria marca por ser o primeiro veículo cem por cento elétrico na Mazda, fomos conhecer com um primeiro contato na cidade de Lisboa o novo Mazda MX-30, um modelo que nos deixou de água na boca par um ensaio mais alargado do pouco que deu para experimentar, mesmo sabendo que falar em eléctricos é falar de modo geral em limitações por autonomia e condições de carregamento disponíveis. Apesar disso, no seu segmento esta proposta da Mazda surge como um “player” que promete dar cartas e a marca acredita mesmo que poderá vender até ao final do ano mais de uma centena de unidades.

A utilização da sigla “MX” é, na verdade, anterior à sua aplicação no roadster mais vendido do mundo, o MX-5, tendo sido apontada a diversos modelos de produção, de competição e concept-cars, veículos que aceitaram o desafio de criar e proporcionar novos valores e serem diferentes. Ora, este MX-30 começa por ser isso mesmo, diferente, desde logo por se tratar de um veículo cem por cento elétrico e o primeiro de produção em série da Mazda, na abertura de um novo capítulo na história da marca.

R5JG4228

R5JG4228

R5JG4228

Inspirado no conceito “Human Modern”, uma interpretação mais profunda e expressiva de uma filosofia de design focada em novos valores e estilos de vida emergentes, o agora revelado Mazda MX-30, já disponível na rede comercial da marca, apresenta um exterior simples, porventura até simples demais na sua secção dianteira que poderá começar por estranhar mas que rapidamente se entranha. Depois, as suas portas freestyle e a superfície vidrada emoldurada pretendem sugerir uma sensação de amplitude e espaço interiores.

A peculiar disposição das portas neste automóvel, que tal como no “velhinho” RX8 dispensa e existência do pilar B, permite um espaço amplo para o acesso, ainda que isso não signifique propriamente uma entrada mais facilitada para os bancos traseiros. Ainda assim, e porque nas costas dos bancos da frente podem estar os comandos elétricos para a sua movimentação, tudo se torna mais fácil.

O interior permite assim aos ocupantes uma sensação de estarem “envoltos em espaço”, apresentando uma consola central flutuante e materiais exclusivos, concebidos para minimizar o impacto ambiental. Dos materiais, aliás, o destaque tem que ir para a utilização de cortiça na consola central, não apenas porque esta marca nipónica tem na sua história uma ligação muito forte a este material, mas também porque o mesmo é de origem portuguesa. A ligação à natureza é assim evidente no habitáculo de novo Mazda MX-30, que utiliza nos painéis das portas fibras obtidas a partir de garrafas de plástico recicladas, bem como a cortiça portuguesa colhida da casca das árvores. Além disso, a Mazda está a substituir os revestimentos em couro genuíno por uma alternativa não animal (vegan).

Para além dos materiais, outras novidades surgem no habitáculo do novo Mazda MX-30, nomeadamente um painel digital para controlo do ar condicionado, um touchscreen de 7 polegadas para uma operação segura e intuitiva.

R5JG4228

R5JG4228

R5JG4228

Dos materiais à funcionalidade e da tecnologia ao design, todos os elementos do habitáculo funcionam em conjunto para criar um espaço que inspira tranquilidade e o objetivo, a julgar pela sensação vivida durante esta curta apresentação do modelo no ambiente urbano de Lisboa, foi plenamente conseguido.

Materiais de qualidade e com um requinte de facto premium transportam-nos para um ambiente de elevação num automóvel com uma bagageira com uns generosos 366 litros de capacidade e que nos convida a viagens tranquilas, mesmo que não seja este o propósito do novo Mazda MX-30... mas quanto a isso já lá vamos!

Como modelo cem por cento elétrico, o MX-30 introduz na Mazda uma nova tecnologia de propulsão elétrica adotando a designação e-Skyactiv. Com uma potência máxima de 107 KW/145 CV e um binário máximo de 270,9 Nm, o MX-30, de tração dianteira, acelera dos 0 aos 100 km/h em 9,7 segundos, um valor que há uns anos era exclusivo dos automóveis de cariz mais desportivo mas que hoje se torna possível nos veículos elétricos.

R5JG4228

R5JG4228

R5JG4228

Com um consumo de 19 kWh/100 km em ciclo combinado e com emissões zero g/km de CO2, a bateria de iões de lítio de 35,5 kWh do sistema e-Skyactiv que equipa o MX-30 confere uma autonomia de condução (aferida segundo o protocolo WLTP) de 200 km, que pode ir até aos 265 km em trânsito de cidade, um valor que os responsáveis da Mazda dizem ser muito superior à média diária de 48 quilómetros coberta pelos clientes europeus.

Na utilização do novo Mazda MX-30, o condutor encontra aquilo que a marca define como o seu próprio “Pedal Motor”, uma evolução do pedal do acelerador tradicional que reduz o tempo de resposta do veículo às solicitações do condutor. Além disso, o feedback auditivo relativo ao desenvolvimento do binário da unidade de potência é fornecido através do sistema de áudio, ajudando o condutor a controlar, subconscientemente, a velocidade do veículo com maior precisão. O MX-30 também está equipado com patilhas no volante para comando da caixa de velocidades, permitindo um total de cinco níveis de regeneração e com isso reforçando o prazer da condução EV.

Apesar de não ter sido ainda possível aferir das verdadeiras capacidades dinâmicas pela curta distância percorrida, ficou a clara convicção de que o conforto e a qualidade estão lá, permitidos por sistemas concebidos, de acordo com a própria Mazda, para melhorar a consistência da resposta do veículo às ações de controlo, realizar transições perfeitas entre as forças G e melhorar a agilidade e a estabilidade em curva, resultando numa experiência de condução Mazda ainda mais requintada.

Apostando na solução das portas freestyle sem o já referido pilar central, a carroçaria do MX-30 combina uma elevada resistência com uma eficiente absorção de energia, para um excelente desempenho de segurança de colisão. Os engenheiros da Mazda incorporaram as mais recentes tecnologias e conceitos de desenvolvimento, incluindo uma estrutura cuidadosamente projetada para proteger a bateria de alta tensão.

R5JG4228

R5JG4228

R5JG4228

Restará referir que este é um modelo claramente para uma utilização citadina, onde se gasta muito tempo em distâncias afinal curtas e ao alcance da autonomia das baterias deste MX-30. Aquelas viagens porventura mais tranquilas mas também mais longas, em autoestrada ou estradas nacionais para ligações mais distanciadas, são assim as tais que não estarão recomendadas para este Mazda Mx-30, não apenas porque a sua autonomia fica limitada aos referidos 200 quilómetros, mas também porque este veículo carece de um tempo de carregamento de baterias que vai até às cinco horas em carregador de 6,6 KW (três horas para carregar dos 20% a 80%), um período de tempo que aumenta para as 14 horas se utilizar a simples tomada lá de casa de 2,3 KW. Será importante dar conta que rapidamente um utilizador de veículo elétrico adapta os ciclos de carregamento às suas necessidades, acabando cada um por encontrar as melhores respostas às suas capacidades.

Para tudo isto, a Mazda propõe um modelo MX-30 disponível por preços que se iniciam nos 34.540 euros na variante First Edition, um valor que não contempla as despesas de legalização. Se a aquisição deste modelo for feita por uma entidade empresarial, o preço cai substancialmente, não apenas porque esta pode deduzir o IVA, mas principalmente porque para os veículos elétricos todas as despesas são 100% elegíveis, pelo que o investimento total (aquisição e exploração) retorna posteriormente à empresa por via fiscal, podendo ainda os veículos serem revendidos com elevadas mais valias após o período de amortização.

Estamos assim perante um modelo que oferece qualidade e materiais porventura acima do que é proposto pelos concorrentes no mesmo segmento, com conforto e um preço convidativos, e no qual o senão será a autonomia menor. Outros modelos no mercado apostam em autonomias maiores, ainda que com menos requinte, menos espaço e preços mais elevados, para um potencial cliente que cada vez mais está consciente de que ter o melhor de dois mundos é quase missão impossível.

R5JG4228

R5JG4228

R5JG8649

Jorge Reis
LusoMotores

Mazda MX-30 (Características)

Tipo de carroçaria

SUV

Lotação

5 lugares

Comprimento
largura
altura

4.395 mm
1.795 mm
1.555 mm

Distância entre eixos

2.655 mm

Propulsor

e-Skyactiv

Suspensão dianteira

Tipo MacPherson

Suspensão traseira

Barras de torção

Direção

Pinhão e  cremalheira

Travões
(à frente/atrás/controlo)

Discos ventilados
Discos sólidos
Travões regenerativos cooperativos

Dimensões dos pneus

215/55 R18

Bateria de propulsão

Bateria de iões de lítio
Células Prismáticas

Voltagem total

355V

Potência elétrica total
(capacidade da bateria)

35.5kWh

Motor

AC síncrono

Sistema de arrefecimento

Refrigeração a água

Carregamento AC

Potência máxima de entrada 6.6kW

Pin It