A afirmação é de Herbert Diess, CEO do grupo Volkswagen que, aproveitando a reunião anual, este ano virtual, do grupo VW com os seus acionistas, anunciou que seriam tomadas importantes decisões sobre a Lamborghini, Bugatti e Ducati, mas também no âmbito da Audi.

Para Herbert Diess, está aberta “a corrida para apanhar a Tesla” e por isso confirmou o lançamento do e-tron GT, que entrará em produção ainda este ano. Diess confirmou, também, que o Q4 e-tron e o Q4 Sportback e-tron serão lançados em 2021 com uma autonomia acima dos 450 km, revelando que todos terão tração integral quattro e como base a plataforma MEB do grupo VW.

O CEO do grupo VW decidiu, também, destapar mais um pouco do véu sobre o projeto “Artemis”. Este projeto é a forma da Audi iniciar a “caça” à Tesla, com um pequeno grupo de especialistas que estão a trabalhar na próxima geração de veículos elétricos. A Audi já tinha dado indicações que esta nova geração chegará em 2024. Assim, a “car.software.org”, o “think tank” da Audi recebeu a tarefa de desenvolvimento do novo software para o novo modelo que, depois, será utilizado pelas outras marcas do grupo VW. Diess revelou que será em 2021 que a Audi irá revelar uma primeira visão sobre o modelo de 2024.

Audi Q4 e tron

Mas há mais novidades. O novo modelo estará equipado com o novo sistema operativo (OS) da VW e será o primeiro carro a oferecer essa nova versão, seguindo depois para todos os modelos do grupo.

“Temos como plano incrementar a utilização do software desenvolvido internamente em cerca de 60% dos nossos modelos em 2025. O facto do novo carro permitir desenvolver uma completa rede de mobilidade nos próximos 10 anos que será muito mais importante que a mudança de paradigma da mobilidade dos motores de combustão interna para a eletricidade”, disse Herbert Diess.

Finalmente, o CEO da Volkswagen falou sobre os efeitos da pandemia de Covid-19, referindo que “sentimos o impacto, claro!” Porém, Diess deu nota de uma recuperação do negócio na segunda metade do ano, embora reconheça que os 5,6 milhões de unidades vendidas nos primeiros 8 meses de 2020 são massivos 21,5% menos que em igual período de 2019. Apesar disso, o mercado mundial crescer 0,4%, o que são boas notícias.

LusoMotores

Pin It