Espaço multidisciplinar no centro de Barcelona, a Casa Seat acaba de assinalar o seu primeiro ano de funcionamento durante o qual já atraiu mais de 80.000 visitas e mais de 10.000 participantes aos seus eventos desde a abertura em 16 de junho de 2020. 

Aberta ao público há um ano, a Casa Seat celebra a sua consolidação como um ponto de encontro entre cultura e mobilidade, tendo recebido mais de 80.000 visitas e 10.000 participantes nos seus mais de 200 eventos. O centro de mobilidade urbana, localizado na esquina das ruas Paseo de Gracia e Diagonal, tem promovido encontros entre todos os tipos de representantes institucionais e setoriais para discutir questões relacionadas tanto com a indústria como com o futuro da mobilidade e das cidades. 

Segundo Wayne Griffiths, presidente da Seat S.A., "a Casa Seat tornou-se um ponto de referência na cidade e a nossa casa no centro de Barcelona. Um centro onde sonhamos em grande escala, um ponto de encontro da cultura urbana, tecnologia, lazer e mobilidade, de todos e para todos, de Barcelona para o mundo."

Dado o foco do cenário no desenvolvimento da mobilidade, a Casa Seat acolheu a conferência de imprensa "Strategy for the Future" da Seat S.A., onde anunciou um investimento previsto de 5 mil milhões de euros até 2025, destinado a projetos de I&D para o desenvolvimento de novos modelos e para equipamentos e instalações em Martorell, com o objetivo de assumir novos projetos e eletrificar a gama. Além disso, Casa Seat foi o local para a nomeação do atual Presidente da Seat S.A., Wayne Griffiths, e a apresentação da unidade de negócios de mobilidade urbana Seat MÓ, incluindo a inauguração da Seat MÓ 125, a primeira moto elétrica da empresa.

Casa Seat 02

Um espaço aberto à cidade e à participação

No seu primeiro ano, a Casa Seat funcionou num contexto definido pela pandemia global, uma adversidade que não impediu o local de ganhar tração. Neste espírito, a Casa Seat celebra o primeiro ano da sua criação, reforçando o seu propósito de se aproximar da cidade e do público. Isto pode ser visto na arquitetura e design de interiores do seu edifício, desenhado pelo estúdio de Carlos Ferrater e por Lázaro Rosa-Violán, que foi o segundo espaço mais visitado na última edição do festival de 48 horas do Open House de Barcelona.  

Desta forma, a Casa Seat tem sido também uma ponte de diálogo entre instituições internacionais. Acolheu um encontro entre os Presidentes da Câmara de Barcelona e Milão, Ada Colau e Giuseppe Sala, em duas ocasiões: no evento Sotto le stelle na praça grande e no ciclo Guest Cities: Milão. A Casa Seat acolheu também a apresentação do estudo Auto Mobility Trends, que reuniu representantes de associações patronais e sindicatos do setor automóvel espanhol, com a participação de Reyes Maroto, Ministro da Indústria, Turismo e Comércio do Governo espanhol.    

Numa esfera mais académica, a Casa Seat permitiu discussões entre figuras como o Diretor de Mobilidade Urbana do MIT, John Moavenzadeh; a Dra. Mamphela Ramphele, co-presidente do Clube de Roma e notável ativista dos direitos humanos, e Rémi Parmentier, ativista ambiental e co-fundador do Greenpeace.

Na frente desportiva, a Casa Seat acolheu o anúncio do alinhamento inicial da seleção espanhola de uma forma muito especial: com Luis Enrique, o treinador nacional de futebol, a conduzir um Seat Leon FR. Entretanto, em abril passado, o treinador do Barcelona Football Club, Ronald Koeman, falou à imprensa para a antevisão do "clássico" contra o Real Madrid, diretamente da Casa Seat.

Casa Seat 03

Uma plataforma que dinamiza o conteúdo cultural 

A Casa Seat adotou um programa artístico de alta qualidade durante o seu primeiro ano, centrado na promoção do trabalho dos talentos locais. Graças a esta abordagem, os visitantes daCasa Seat tiveram a oportunidade de apreciar uma mostra das últimas tendências criativas, atuações de artistas de renome mundial e a oferta gastronómica dos chefs do café-restaurante Ametller Origen Mercat d'Autors, que é reconhecido pela sua excelência no Guia Macarfi.

A agenda cultural da Casa Seat incluiu homenagens a figuras culturais como o poeta Federico García Lorca e o fotógrafo Antoni Campañà, bem como atuações do cantor flamenco Miguel Poveda, os pianistas Francesco Tristano e Marco Mezquida e figuras de destaque da cena musical catalã como Santi Balmes, Mishima e Ferran Palau, entre outros artistas de renome.

Casa Seat celebra assim o seu "ano 0" e um regresso do projeto nas condições de "nova normalidade", após um período em que todos tivemos de nos comprometer a cuidar de nós próprios e a procurar a nossa alma. Do mesmo modo, a celebração deste "ano 0" é também um tributo ao futuro da mobilidade e à viagem que Seat, Cupra e Seat MÓ empreenderam em direção a zero emissões. O diretor da Casa Seat, Gabriele Palma, quis agradecer às mais de 80.000 pessoas que visitaram o espaço: "Durante este primeiro ano desafiante, conseguimos oferecer mais de 200 eventos ao público. A resposta da cidade tem sido surpreendente e encoraja-nos a continuar com o objetivo de aproximar a mobilidade e a cultura".

Refira-se que todas as atividades na Casa Seat são gratuitas com reserva prévia de admissão em www.casa.seat.

Casa Seat 04

LusoMotores
Pin It