FordKuga-Genebra02A Ford Motor Company revelou esta terça-feira em Genebra o novo Ford Kuga pela primeira vez presente num salão automóvel europeu , um modelo que vem com a pretensão de oferecer aos clientes europeus uma nova visão, tecnologicamente mais avançada, refinada e desportiva deste SUV (sport utility vehicle).

Sofisticado, o novo Kuga integra tecnologias e outras actualizações para tornar a condução mais simples, mais segura, mais agradável e mais acessível. Nestas incluem-se o novo sistema de comunicações e entretenimento SYNC 3 da Ford, tecnologias inovadoras em termos de sistemas de assistência ao condutor, um interior confortável e ergonómico e um novo bloco diesel TDCi de 120 cv, com 1,5 litros de cilindrada.

O novo Kuga também irá contar com a tecnologia de estacionamento perpendicular da Ford, que assiste os condutores no estacionamento em modo mãos livres em espaços laterais a outros carros, uma versão melhorada do sistema anti-colisão travagem activa em cidade e o sistema de iluminação dianteira adaptativa da Ford, o qual garante uma visibilidade optimizada em situações de fraca luminosidade. Outras tecnologias sofisticadas são a abertura da bagageira em modo mãos livres e o sistema "all wheel drive" AWD inteligente da Ford.

Com tudo isto, e de acordo com Joe Bakaj, vice-presidente de Desenvolvimento de Produto, da Ford Europa, “o novo Kuga oferece novos recursos e tecnologias de ponta que irão ajudar os condutores a permanecer conectados, confortáveis, seguros e com estilo nas estradas”. “O sofisticado redesign deu ao Kuga uma sensação fresca e moderna, enquanto o SYNC 3 permitirá aos condutores comunicar com os seus veículos e dispositivos conectados, em ambientes que pareciam impossíveis há apenas alguns anos", defende ainda este reponsável numa altura em que a Ford está a lançar o novo Kuga e o SUV maior Edge, depois de ter introduzido um EcoSport actualizado no ano passado.

A Ford está assim a reforçar a sua gama de propostas SUV, num momento em que se prevê um crescimento deste segmento, baseado numa análise da IHS, que antecipa um aumento de 27 por cento no total de vendas de veículos na Europa até 2020. O novo Kuga e o Edge são dois dos cinco veículos Ford, novos ou redesenhados, que irão competir no segmento SUV e crossover ao longo dos próximos três anos.

FordKuga-Genebra01

Gama SUV da Ford em expansão

O Kuga liderou a expansão de SUV da companhia na Europa, apos a sua primeira geração ter sido colocada à venda em 2008. As vendas aumentaram para um valor recorde de 102.000 unidades em 2015, mais 19 por cento em comparação com o ano anterior. A Ford espera ultrapassar as 200.000 vendas de SUV na Europa pela primeira vez em 2016, um crescimento superior a 30 por cento em comparação com 2015.

“A Ford está a disponibilizar na Europa uma gama de SUV que contam com um design elegante, uma dinâmica semelhante à dos automóveis e tecnologias sofisticadas que os consumidores desejam,” acrescentou Bakaj. “A procura de SUV é mais forte do que nunca e a Ford está a expandir a sua gama para conseguir oferecer um pouco de tudo, de modelos robustos com capacidades de atingir qualquer lugar, a outras propostas mais desportivas, projectadas para se adequar a estilos de vida urbanos.”

Igualmente em estreia em Genebra está patente uma versão ‘concept’ do próximo Ford Kuga Vignale, oferecendo uma visão sobre o futuro dos SUVs de luxo da Ford na Europa com especificações de design e sofisticação exclusivas. Com o Ford Kuga Vignale, o bem equipado Kuga Titanium e um Kuga desportivo, a Ford oferecerá a sua mais ampla gama Kuga de sempre.

Motores patentes e eficientes

Na nova geração do Ford Kuga, um novo bloco diesel de 1,5 litros TDCi de 120 cv substitui o motor 2.0TDCi da anterior geração. Nas unidades de tracção dianteira e considerando uma potência equivalente, a Ford aponta para uma melhoria nos consumos no novo motor de cerca de 5 por cento, representando 4,4 l/100 km, bem como emissões de CO2 de 115 g/km.

Também disponível estará um motor diesel de 2,0 litros TDCi com 150 cv, com tracção à frente ou integral inteligente AWD da Ford, que garante consumos a partir dos 4,7 l/100 km e 122 g/km de CO2; ou ainda uma versão de 180 cv de tracção integral, com valores de 5,2 l/100 km e 135 g/km de CO2, respectivamente.

Na vertente a gasolina, os blocos Ford 1.5 EcoBoost de 120 ou 150 cv, com tracção às rodas da frente, regista um consumo de 6,2 l/100 km e emissões de CO2 de 143 g/km; na versão de 182 cv AWD inteligente os valores são de 7,4 l/100 km e 171 g/km de CO2, respectivamente.

FordKuga-Genebra03

Kuga Vignale Concept: o futuro dos SUVs

Em destaque nesta revelação do novo Kuga está o Ford Kuga Vignale Concept, em Genebra na cor Palazzo Pearl, uma cor exterior única, inspirada na madre-pérola e com acabamentos em cor escura mate nos deflectores dianteiro e traseiro, nos contornos dos faróis de nevoeiro e nos puxadores das portas, e com a grelha inferior e inserções nos faróis de nevoeiro em preto brilhante.

No interior apresenta um tratamento exclusivo do couro dos assentos, das portas e do painel de instrumentos com costuras pespontadas, prolongando-se o couro até ao piso e na porta da bagageira. Os pilares das janelas e forro do tejadilho são enriquecidos com Alcantara que tem um efeito de camurça. O porta-luvas e a consola de braços são estofados e a consola central exibe um acabamento premium Opale, um tom cinzento-escuro pérola.

Dos 102.000 Kuga vendidos em 2015, quase 4 em cada 5 eram versões Titanium muito equipadas, dando indicação da elevada procura no segmento SUV por derivativos mais luxuosos, tal como previsto pelos analistas de vendas na indústria da IHS que apontam para um aumento para os 27 por cento do total de vendas de veículos na Europa até 2020, quando em 2014 representavam 20 por cento.

©LusoMotores

Pin It