Tem chegada agendada para o início de 2013 e irá pretender revolucionar a carreira comercial do Honda Civic, porventura o modelo mais importante da marca nipónica no mercado.

Falamos do novo motor Honda 1.6 i-DTEC, um bloco construído exclusivamente para a Europa onde a Honda irá renovar a aposta no Honda Civic, um modelo lançado em 2012 com motores a gasolina pouco "tentadores" para os diferentes mercados do Velho Continente, e nomeadamente para Portugal.

Sobre o novo motor diesel da Honda, as primeiras informações começam a chegar relativamente às suas capacidades, e a curiosidade aumenta exponencialmente. Para já, sabe-se que este bloco irá surgir dotado da tecnologia "Earth Dreams", devendo ser construído de uma forma particularmente leve através da utilização de muito alumínio. O objectivo da Honda foi conseguir um motor com um peso particularmente reduzido, e esse objectivo foi alcançado, isto porque o novo motor 1.6 i-DTEC terá um peso de, apenas, 47 kg.

Para obter a redução de peso, a marca foi ao detalhe mais ínfimo, reduzindo, por exemplo, a espessura das paredes dos cilindros em um milímetro, dos 9 mm que possui o bloco 2.2 i-DTEC para 8 mm nesta nova proposta. Pistões e bielas também são mais leves e permitem a perda de menos energia pelo atrito.

E se a leveza será uma característica a ter em conta, o rendimento deste novo motor Honda será de assinalar face à potência que irá desenvolver, de 120 cavalos, e ao binário de 300 Nm às 2.000 rpm. Ainda mais prometedores são os valores adiantados pela marca referente a consumos e níveis de emissões, isto porque este bloco 1.6 i-DTEC antecipa consumos de 3,6 litros de gasóleo a cada 100 quilómetros com emissões de 94 g de CO2 por quilómetro.

E se a utilização deste motor será iniciada pela respectiva colocação na mais recente geração do Honda Civic, outros modelos deverão vir a recebê-lo de igual forma, nomeadamente o crossover CR-V, também aqui para o mercado europeu. Aliás, a própria produção deste bloco será feita pela Honda na Europa, mais propriamente na fábrica de Swindon, no Reino Unido, de onde também sai actualmente o bloco 2.2 i-DTEC.

Pin It