Depois de concluído todo o processo que deu origem à Stellantis, o quarto maior construtor automóvel que resultou da fusão entre os grupos francês, Groupe PSA, e italo-americano, FCA, a reunirem entre ambos um total de 18 marcas entre automóveis e serviços, eis que foi esta quarta-feira apresentado o primeiro modelo automóvel na era Stellantis, o DS4, que surge da DS Automobiles como o quarto modelo da gama  no seguimento dos DS 7 Crossback, DS 3 Crossback e DS 9, surgindo com o propósito de lançar uma nova geração de criações de vanguarda.

Apontado ao centro do segmento C-Premium, o DS 4 surge inovador, criando uma nova silhueta em três variantes – DS 4, DS 4 Cross e DS 4 Performance Line –, destacando-se pelo ‘design’ e que pretende transportar o ‘savoir-faire’ do “braço” francês da Stellantis aliado a uma tecnologia particularmente avançada e uma vez mais também ela inovadora. Nascido no seio da DS Automobiles que se apresenta como uma marca rentável, registando crescimentos constantes nas suas quotas de mercado a nível mundial, surge assim o DS 4 como uma aposta no requinte e na engenharia de vanguarda para conquistar novos clientes.

Destinado a aliciar os consumidores atraídos por dois tipos de silhuetas, seja os novos SUV-Coupé aspiracionais ou as berlinas compactas tradicionais do segmento, como destacou ao longo da apresentação Marion David, Diretora de Produto da DS Automobiles, o DS 4 apresenta-se com linhas vincadas que não o deixam passar despercebido, com uma largura de referência de 1,83 metros e rodas de grandes dimensões de 720 milímetros (jantes até 20 polegadas), para um comprimento compacto de 4,40 metros e uma altura de 1,47 metros, dimensões imponentes para uma presença marcante.

2020 DS4 003

2020 DS4 004

À frente, uma nova assinatura luminosa permitida por conjuntos ópticos equipados com o sistema DS Matrix Led Vision combina iluminação matricial e direcional. Nota para a presença das luzes diurnas compostas por duas filas de LED de cada lado (98 LED no total). Depois, nas laterais, os puxadores de porta surgem embutidos para um conjunto mais elegante que se conclui na traseira onde o tejadilho surge alongado de forma acentuada para baixo até ao óculo traseiro mais inclinado, com película de esmalte que sublinha um exterior de reconhecida elegância.

Atrás, os guarda-lamas revelam volume generoso, com curvas e arestas vivas na carroçaria que destacam o pilar C, este marcado por um apontamento em preto brilhante, com o emblema DS Automobiles incrustado. A secção traseira apresenta uma assinatura luminosa de nova geração, com um efeito escamado progressivo, gravado a laser.

Enquanto DS 4 Cross, esta proposta joga na perceção visual de um SUV, com um tratamento da parte inferior dos para-choques, realçada por uma proteção específica e pintura em preto mate. Os rebordos superiores dos vidros laterais em preto brilhante, uma grelha em preto brilhante, as jantes específicas, as barras de tejadilho e o próprio tejadilho na cor da carroçaria completam o conjunto. Como opções exclusivas, o DS 4 Cross pode ser equipado com o sistema Advanced Traction Control, o qual garante uma melhor motricidade com modos de funcionamento Areia, Neve e Lama, bem como o Hill Assist Descent Control. 

Há ainda espaço para o mais dinâmico DS 4 Performance Line, com um acabamento exterior em preto, com um Pack Black (DS Wings, barra entre as luzes traseiras, grelha e rebordo dos vidros laterais) e jantes específicas em preto, para além de um interior igualmente exclusivo.

2020 DS4 002

2020 DS4 005

Habitáculo digital e ergonómico
para um ambiente realmente Premium

Se no exterior este novo DS 4 surge imponente e com uma presença sem dúvida marcante, também no habitáculo esta proposta da DS Automobiles pretende ser único e diferente de qualquer outro modelo concorrente. Surge assim um interior digital, fluido e ergonómico com integração intuitiva de cada elemento, tanto em função como em estilo.

A arte de viajar é ilustrada por uma nova distribuição de comandos, agrupados em três zonas de interação, para facilitar a experiência de utilização. Torna-se assim necessário dar conta da secção em forma de sabre no tabliê onde se agrupam os controlos do ar condicionado e o DS Air com ventiladores centrais muito compactos em altura e equipados com aletas invisíveis, ainda os comandos dos vidros alinhados com os ventiladores laterais integrados nas portas e o conjunto DS Smart Touch, um touchscreen de cinco polegadas com ligação ao DS Iris System, e o DS E-Toggle, um comando compacto da caixa de velocidades automática, situado na consola central. 

A combinação do requinte e tecnologia no interior deste modelo surge ainda mais destacada pelos materiais utilizados, com diferentes tipos de couro, Alcantara, carbono forjado, madeira e novas técnicas de confeção, para um habitáculo concebido com duas zonas integradas: uma zona de contactos, apontada ao conforto, e uma zona de interações para as diferentes interfaces. O acabamento bicolor dos comandos de abertura das janelas foi concebido para melhorar a interação cognitiva.

Nota para os bancos que podem integrar ventilação e função de massagem nas versões em couro, dotados de uma nova morfologia particularmente elaborada. A sua conceção inspira-se numa concha que cria uma nova zona de conforto formada numa peça única, curvilínea e sem separações.

Um sistema de purificação de ar garante uma proteção ativa do habitáculo, com sensores de partículas PM2.5 no interior e um detetor de poluição exterior. A gestão da entrada do ar é otimizada com a adição de um sistema de filtragem capaz de purificar o ar interior em apenas alguns minutos. A qualidade do ar é registada e exibida no ecrã central.

2020 DS4 006

2020 DS4 Croosback 002

Gasolina, Diesel... e Plug-In Hybrid
para 50 Km sem emissões poluentes

Com base numa significativa evolução da plataforma EMP2, com 70% de peças novas ou exclusivas, o DS 4 oferece tecnologia híbrida ‘plug-in’ logo desde o lançamento do modelo, num sistema que debita 225 cavalos de potência e assegura mais de 50 quilómetros de autonomia em modo zero emissões (ciclo combinado WLTP). Além disso, o novo DS 4 destaca-se com um sistema de info-entretenimento de nova geração, ajudas à condução inéditas no segmento C-Premium e um inovador sistema de projeção de informação.

Curiosamente, este novo DS 4 não terá qualquer versão totalmente eléctrica, sendo possível, para quem não queira optar pela solução Plug-In Hybrid que alia um motor sobrealimentado de quatro cilindros a gasolina, com 180 cv de potência, ao qual está acoplado um motor elétrico de 110 cv integrado na transmissão automática de oito velocidades e-EAT8, para uma potência total de 225 cv, optar pela a sua aquisição com motor a gasolina PureTech de 130, 180 e 225 cv ou pela versão turbodiesel BlueHDi de 130 cv, motores sempre acoplados a transmissões automáticas de oito velocidades.

Notas finais relativas ao novo DS 4 para as soluções apresentadas com o intuito de permitir que o condutor não tenha de desviar o olhar da estrada, com destaque para o DS Extended Head-Up Display, um sistema de ‘head-up display’ estendido que oferece uma experiência visual de vanguarda que constitui o primeiro passo para a realidade aumentada.

2020 DS4 Croosback 001

2020 DS4 Croosback 003

Recorrendo a uma nova tecnologia imersiva, a informação indispensável à condução é projetada diretamente na estrada com grafismos são exibidos quatro metros à frente do para-brisas, acompanhando o olhar do condutor numa diagonal de 21 polegadas, permitindo informações essenciais, tais como velocidade, ajudas de condução, navegação e mensagens de alerta, mas também a música que o condutor está a escutar ou a chamada telefónica que está a receber, tudo informações projetadas “na estrada”.

Referência ainda para o sistema DS Drive Assist 2.0, o qual permite a condução semiautónoma de nível 2.0 – o nível mais elevado atualmente permitido para circulação em estrada – já disponibilizada nos modelos DS 3 Crossback, DS 7 Crossback e DS 9, agora actualizado no DS 4. O ‘cruise control’ adapta a velocidade de acordo com o trânsito, com a capacidade de parar e voltar a arrancar em situações de congestionamento de tráfego. O sistema também assegura o posicionamento preciso na faixa de rodagem escolhida pelo condutor. É ainda possível a este sistema gerir a ultrapassagem semiautomática, adaptar da velocidade em curva e processar o aviso antecipado da velocidade exibida nos sinais de trânsito.

Sendo certo que muito mais poderia ser avançado desde já sobre este modelo, que os responsáveis da DS Automobiles para o mercado luso acreditam que terá como concorrentes directos outros modelos do segmento C Premium, como o Mercedes Classe A, o Audi A3 ou o BMW Serie 1, deixamos para outros detalhes para mais tarde quando tivermos a oportunidade de rolar com este modelo que tem chegada ao mercado nacional para o terceiro trimestre do corrente ano.

JR/LusoMotores
Pin It