A smart escolheu a cidade de Lisboa como a nova Smart City, estando a ser preparadas várias acções de dinamização e sensibilização para a capital lusa

em todo o espaço urbano que começam este mês e se estendem ao longo do próximo ano.

Mundialmente, o crescimento das cidades ao nível populacional tem levado os governos a intervir cada vez mais nos centros urbanos. É um problema comum entre as grandes cidades e leva ao debate sobre o futuro dos centros urbanos a médio e longo prazo. A smart, uma marca claramente urbana, identificou 21 cidades a nível mundial que poderão ser alvo do seu apoio para se tornarem numa smart city.

E o que é uma Smart City? A marca alemã considera que seja uma cidade alegre para se viver e livre de congestionamentos, pretendendo com esta nomeação de Lisboa o objectivo de encontrar soluções viáveis que permitam aos seus habitantes continuar a viver tranquilamente, mantendo a mobilidade que é um dos aspectos mais importantes para o cidadão.

Prossegue ainda o conceito de Smart City com a enumeração de várias questões em que o construtor sente haver necessidade de intervenção, entre as quais o crescimento populacional das cidades que leva os governos a intervir nos centros urbanos, a elevada densidade de viaturas, ruas estreitas e sinuosas, estacionamento escasso e apertado, assim como uma crescente regulamentação ambiental que afecta os condutores de veículos mais antiquados.

smartLovesLisboa2

Falamos, afinal, de características da capital portuguesa, mas também de outras cidades mundiais como Roma, Barcelona, Berlim, São Francisco, cidade do México ou Pequim, cidades com cariz histórico e com grande crescimento na área do turismo e demográfico.

Assim sendo, sob o mote, “a smart ama Lisboa” (smart loves Lisboa), a marca de Estugarda promete dinamizar Lisboa a partir de Setembro, tentando mostrar a solução para os problemas rodoviários da cidade através de vários eventos de promoção. Serão assim organizados concertos, corridas de carrinhos de rolamentos, exposições e inéditas acções de comunicação.

Serão certamente discutidos temas como a mobilidade alternativa via veículo eléctrico, car-sharing, economia de combustível, emissões baixas de poluição e acima de tudo facilidade em estacionar, pois são estes os estandartes da Smart.

smartLovesLisboa1

Pin It