Estão a chegar este mês ao mercado europeu as novas gerações dos dois veículos comerciais ligeiros (VCL) mais importantes na gama Renault. Falamos dos modelos Master e Trafic que a Renault apresentou em Portugal no passado mês de Junho, na região de Cascais, bem às portas de Lisboa, por onde também nós percorremos alguns quilómetros ao volantes destes VCL em que facilmente nos esquecemos não estarmos num qualquer ligeiro de passageiros.

Dos dois modelos, o Renault Master será aquele que à partida descola de forma mais difícil da "carga" transmitida pela referência de furgão comercial, porque é o maior dos dois e aquele que mais facilmente é conotado com um veículo de “carga” pelo seu visual apesar de tudo mais imponente por força das duas dimensões. Ainda assim, nem por isso sacrifica o conforto e a facilidade de condução como pudemos constatar.

Olhando para cada um dos novos comerciais ligeiros que agora chegam ao mercado, colocamos assim a nossa atenção inicial no Renault Master, modelo que adopta uma nova face dianteira, mas também um novo interior, oferecendo melhor qualidade num habitáculo prático e funcional. Destaque para o posto de condução equipado com um escritório móvel optimizado, novos estofos, mas também para os novos motores 2.3 dCi, capazes de desenvolverem uma maior potência e binário, e apesar disso consumindo menos combustível.

Renault VCL Master 002

Renault VCL Master 003

Renault VCL Master 004

Os novos sistemas de ajuda à condução (também designados por ADAS) tornam a utilização mais segura e fluida nesta quarta geração de um modelo lançado em 1980, e renovado entretanto em 1997 e 2010. Neste novo Master, a grelha dianteira verticalizada permite uma imagem mais robusta, alinhada com aquilo que a Renault tem permitido nos seus diferentes modelos, com a assinatura luminosa em forma de C de série (C-Shape), a simbolizar a identidade da gama Renault. Linha de capô elevada e o reforço do pára-choques e dos guarda-lamas dianteiros conferem a este modelo um estilo forte e possante, que prossegue no interior com maior elegância e funcionalidade.

No habitáculo, um novo painel de bordo reformulado com grandes espaços de arrumação, abertos ou fechados, ainda elementos decorativos cromados nos arejadores e botões do ar condicionado e um novo volante, sem esquecer um novo punho da alavanca de velocidades preto, com enquadramento cromado, conferem a este novo Master o ambiente que encontramos em qualquer outro ligeiro de passageiros da Renault.

Novos estofos, um quadro de instrumentos dotado de um ecrã digital TFT de 3,5 polegadas e uma total integração do ecrã de navegação na parte central do painel de bordo, qualquer que seja o sistema multimédia instalado (R-LINK Evolution ou Media Nav Evolution), contribuem para essa aproximação deste veículo comercial com qualquer outra proposta do construtor.

Renault VCL Master 013

Renault VCL Master 014

Renault VCL Master 015

Ao nível do motor, uma nova gama de blocos 2.3 dCi permite uma melhor adaptação à utilização dos profissionais. Estamos perante motores que se encontram em conformidade com as normas Euro 6d-temp / Euro 6d (consoante o volume ou o peso dos veículos) e dispõem da tecnologia Twin Turbo, oferecendo uma potência e um binário elevados: até 180 cv e 400 Nm, para maior dinamismo e reatividade, permitindo obter uma redução significativa do consumo de combustível até 1 l/100 km (valores NEDC 2). Consoante a versão, estes motores podem ser combinados com uma caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa robotizada com igual número de relações.

Zona de carga maximizada

Sendo a utilização do novo Renault Master naturalmente profissional, percebemos a ênfase que o construtor coloca na indicação de ser este “o maior escritório móvel da categoria”, num modelo automóvel que dispõe de um dos maiores volumes de arrumação da categoria (até 105 litros). Para o tornar mais prático, o habitáculo foi repensado com uma nova mesa "Easy Life", por cima do porta-luvas, que se abre com uma simples pressão do dedo, capaz de se transformar num espaço de trabalho suplementar ou permitindo espaço para a pausa de uma refeição, com um grande porta-bebidas central.

Carregador de smartphone por indução, base de encaixe para um tablet digital na parte central do painel de bordo e diversas soluções multimédia online, como o “R-LINK Evolution” ou o “Media Nav Evolution” (compatível com o Android Auto e Apple CarPlay, consoante a versão), são apenas alguns dos elementos que transportam este veículo comercial para a realidade presente ao nível das necessidades sentidas por qualquer utilizador.

Renault VCL Master 005

Renault VCL Master 006

Renault VCL Master 007

Por fim, sobre a experiência de condução "All Around Safety", o novo Master surge equipado com alerta de transposição involuntária de via, sistema de ajuda ao estacionamento traseiro e câmara de marcha-atrás, recebeneo ainda novos sistemas de ajuda à condução (ADAS) para uma maior tranquilidade do condutor e dos passageiros.

O novo Renault Master continua a permitir quase 350 versões disponíveis, três alturas e quatro comprimentos, prometendo a capacidade de adaptação às necessidades dos profissionais, qualquer que seja a atividade. Refira-se que em 2018, 38,5% dos Master foram transformados, com adaptações que podem ser relativamente simples, como propor uma oficina na zona de carga, ou podem ser mais extensas, técnicas e complexas, como, por exemplo, adaptar a um veículo de combate a incêndios ou a um veículo para transporte de cavalos.

Renault VCL Master 009

Renault VCL Master 010

Renault VCL Master 012

Nota final ainda a propósito do novo Renault Master para a versão 100% eléctrica, a Master Z.E., particularmente adaptada à distribuição porta a porta nos centros das cidades, destinado a todos os que consideram fundamentais as questões ambientais. Oferece uma autonomia real de 120 km, adaptada à atividade quotidiana de distribuição porta a porta ou outros tipos de utilização profissional em meio urbano.

Sobre a bateria, o novo Master Z.E. está equipado com a bateria de nova geração de iões de lítio "Z.E. 33" de 33 kWh, com uma gestão electrónica optimizada, podendo a carga completa do Master Z.E. ser obtida em 6 horas com a WallBox 32 A/7,4 kW. Ainda a propósito da autonomia, a Renault garante que o novo Master Z.E. permite uma autonomia sempre superior a 80 km no caso das utilizações mais intensivas (carga elevada, condução no centro da cidade com paragens frequentes, condições de inverno).

Jorge Reis / ©LusoMotores

RenaultVCL Master Trafic PT2019 09

Renault VCL Master 016

Renault VCL Master 017

Pin It