ConducaoAutonomaJá está prevista na legislação do estado do Michigan, nos Estados Unidos da América, a realização de testes, a eventual venda e a utilização de carros autónomos . A medida foi anunciada na última sexta-feira, dia 9 de Dezembro, por Rick Snyder, governador do estado desde Janeiro de 2011, e surgiu na sequência dos bons resultados obtidos nos testes levados a cabo nos últimos anos.

Califórnia, Flórida, Nevada, Tennessee, Washington DC e Arizona já legalizaram os testes em automóveis autónomos, mas ainda não prevêem a sua comercialização ou utilização em outros serviços, algo em que o Michigan é pioneiro.

O estado já havia permitido a circulação de veículos autónomos, desde que com a presença do condutor atrás do volante. Posteriormente, a pressão de empresas como a Google levou a que se alterassem as regulamentações, passando a estar prevista circulação desse tipo de automóveis sem a presença humana em situações específicas.

Esta aposta do governo de Michigan vem no seguimento de um conjunto de medidas que têm vindo a tornar o estado num dos mais industrializados e no maior produtor de automóveis do país. A circulação de carros autónomos sem condutor será, pelo que foi anunciado, auxiliada pelo Centro Americano para a Mobilidade, ainda a ser desenvolvido pelo estado, e pela Mcity, uma pequena “cidade” localizada num dos campus da Universidade de Michigan que permite a realização de testes com automóveis em situações reais.

Tesla-autonomo

Legislação “trava” avanço na Europa

A realidade no que diz respeito aos veículos de condução autónoma na Europa aponta para grande dificuldades na sua introdução no nosso dia-a-dia.

O "Velho Continente" aparece assim como aquele em que todos indicadores dão como estando mais longe de adoptar este tipo de medidas, sobretudo devido aos problemas existentes ao nível da sua regulamentação que tarda em estar minimamente concluída.

Uma das pequenas exceções verificadas tem origem na Alemanha, que prevê a circulação de automóveis que mudam automaticamente de faixa. Em Portugal, essa funcionalidade não é permitida, sendo possível utilizar algumas funções da condução autónoma, nomeadamente, em alguns modelos, capazes de permitir aos seus utlizadores indicar a opção do estacionamento de forma autónoma.

Gonçalo Santos

Pin It