Mesmo tendo sido ganho por Brad Binder, também ele em KTM, naquela que foi a primeira vitória deste piloto sul-africano em MotoGP, a notícia que destacamos em redor deste Grande Prémio da República Checa resulta do sexto lugar do português Miguel Oliveira, em KTM, a melhor classificação de sempre deste piloto em provas da categoria rainha do motociclismo de velocidade naquele que foi igualmente um dia história para a KTM que garantiu também o seu primeiro triunfo.

Miguel Oliveira, que em termos de classificação não conseguiu melhor do que um 13º lugar na grelha de partida, acabou por ficar a apenas 7,969 segundos de Brad Binder, que assim chamou para si a condição de primeiro rookie a vencer uma prova desde 2013, altura em que o espanhol Marc Márquez também o conseguiu. Binder acabou por bater o italiano Franco Morbidelli (Yamaha) e o francês Johann Zarco (Ducati), que terminaram respectivamente na segunda e terceira posições.

Quanto a Miguel Oliveira, depois deste brilhante sexto lugar e após três provas disputadas no Mundial de MotoGP, soma agora 18 pontos o que lhe permite ocupar o 12º lugar desta competição actualmente liderada pelo francês Fabio Quartararo (Yamaha), com 59 pontos, ele que terminou a prova de Brno na sétima posição atrás do piloto português da KTM.

©LusoMotores
fotos: Gold & Goose/Red Bull

BradBinder Brno 01

BradBinder Brno 01

BradBinder Brno 01

BradBinder Brno 01

BradBinder Brno 01