Elisabete Jacinto sobe posições em MarrocosElisabete Jacinto e France Clèves cumpriram, esta segunda-feira, a quarta etapa da 26.ª edição do “Rallye Aïcha des Gazelles”, a qual teve início e término na vila marroquina de Izougguerhn . Com uma distância ideal de 160 quilómetros e sete bandeiras para encontrar, a etapa não ofereceu dificuldades de maior à dupla luso-belga, que demorou cerca de 11 horas a cumprir esta especial.

Após terem concluído com sucesso a terceira etapa deste rali, uma difícil maratona que não deu tréguas às participantes, a piloto portuguesa e a sua navegadora, que comandam uma Volkswagen Amarok, subiram duas posições na classificação da categoria Expert. Apesar da dureza e extrema complexidade da etapa maratona, a equipa com o número 402 conseguiu recuperar e figura agora no quinto posto da sua classe, com uma penalização acumulada de 58.86 quilómetros. Elisabete Jacinto e France Clèves mantêm assim a confiança de chegar a um lugar no pódio.

A piloto lusitana sabe que para chegar ao fim deste rali bem posicionada terá que manter a concentração no intuito de conseguir minimizar os erros que surgem numa prova desta natureza. Neste momento, as classificações tendem a ficar definidas e qualquer falha pode colocar em causa todo o trabalho realizado.

Na chegada ao acampamento, Elisabete Jacinto revelou-se satisfeita com o dia: “Correu tudo bastante bem. Foi uma etapa simples e muito rápida. O piso do percurso era bom e rolámos quase sempre em zonas planas. Os CP estavam bastante afastados uns dos outros, mas conseguimos encontrá-los sem problemas. Hoje [segunda-feria] estamos satisfeitas. Chegámos cedo ao acampamento, facto que nos permite gerir melhor as nossas tarefas que não são poucas. Depois de concluir uma etapa, há sempre uma lista imensa de obrigações que temos que cumprir, mas, felizmente, hoje vamos poder descansar mais”.

Numa altura em que faltam apenas disputar duas etapas, entre as quais uma será maratona, o cansaço começa a fazer-se sentir entre as concorrentes e as viaturas já apresentam muitas mazelas. Para chegar ao fim será essencial gerir com cautela cada quilómetro. Esta terça-feira, disputa-se a quinta etapa deste grande evento de navegação, que é o único no mundo onde apenas são admitidas mulheres.

Elisabete Jacinto sobe posições em Marrocos

Pin It