KrisMeeke-04Partindo com 31,9 segundos de vantagem sobre Sébastien Ogier, em Volkswagen Polo R, Kris Meeke, o piloto norte-irlandês cedo mostrou que tudo faria para aumentar a distância para o francês que lidera o Mundial , vencendo as passagens matinais por Baião (18,66 km), Marão (26,31 Km), e Amarante (37,67 km), a classificativa mais longa deste Vodafone Rally de Portugal. À chegada à Exponor, em Matosinhos, centro nevrálgico da prova, Meeke já contava com 1m02,9s sobre Ogier e 1m15,7s para Mikkelsen.

A Hyundai, após a desistência de Paddon na véspera, por despiste seguido de incêndio, viu o carro de Neuville ficar parado, sem combustível, no Marão 1, o que ditou o seu abandono, deixando Dani Sordo como único representante da marca Sul-Coreana em condições de pontuar para o Mundial de Construtores. O espanhol embora sentindo a traseira do i20 com falta de estabilidade, conseguia manter a quarta posição, frente a Camilli, em Ford Fiesta RS e de Latvala.

Nesta Secção matinal aconteceram ainda mais duas desistências, a de Stéphane Lefebvre, com o braço de suspensão do Citroën DS3 partido e do britânico Elfyn Evans devido ao capotamento do seu Ford Fiesta R5.

Na segunda passagem pelas três classificativas do Douro e Trás-os-Montes, Kris Meeke adoptou um andamento mais defensivo a pensar já na possível vitória final, permitindo o domínio dos três pilotos dos Volkswagen Polo R, terminando este terceiro dia com 45,3 segundos face a Ogier e 48,4 segundos em relação a Mikkelsen.

MiguelCampos-dia2

No WRC2 Pondus Tidemand continua a conseguir manter a liderança. Miguel Campos é quinto desta classe e melhor português, ocupando o 15º. lugar da geral. Bernardo Sousa continua a liderar o Drive Dmack Fiesta Trophy.

Na segunda passagem por Baião há ainda a referir as desistências de Pierre-Louis Loubet (Peugeot 207 S2000) e de Gus Greensmith (Ford Fiesta R2), ambos por despiste a cerca de 100 metros um do outro.

No JWRC e no WRC3 Simone Tempestini teve problemas de travões, perdendo a liderança para Martin Koci. Terry Folb mantém a terceira posição.

Amanhã, quatro classificativas vão encerrar este Vodafone Rally de Portugal, com dupla passagem por Vieira do Minho (22,47 km) e Fafe (11,19 km). A Power Stage, Fafe 2, valerá pontos extra para os três pilotos mais rápidos.

texto: António Nelas

Pin It