Após o cancelamento do Enduro de Águeda será nos trilhos de Souselas que se vai decidir o campeonato nacional de enduro 2020 já no próximo Domingo dia 5 de Julho. Em ano marcado pela pandemia serão apenas quatro as provas do campeonato - cinco dias pontuáveis - que decidirão quem será o próximo campeão nacional da disciplina que mais provas realizou até agora neste ano competitivo diferente de todos.

Com organização a cargo do Alhastros Clube TT a 5ª edição da prova realizada nos arredores da cidade de Coimbra marcará o culminar daquele que é o segundo ano em três décadas de Federação de Motociclismo de Portugal que a disciplina tem apenas quatro rondas elegíveis - a primeira vez que isso aconteceu foi precisamente há trinta anos atrás - por força da pandemia do Covid-19 que ditou o cancelamento das provas agendadas para Fafe e Águeda.

No regresso aos trilhos são esperados cerca de centena e meia de pilotos e todas as atenções estão sobre a luta pelo título absoluto, onde Diogo Ventura - o campeão em título - irá partir com três pontos de vantagem face a Hugo Basaúla, sendo ambos seguidos de muito perto pelo piloto com mais vitórias em 2020, Rui Gonçalves, que está a apenas a sete pontos de Ventura, numa classificação onde também Gonçalo Reis e Tomás Clemente podem podem ainda sonhar com o título pois matematicamente ainda lá podem chegar.

Para receber o momento mais importante da época o clube anfitrião desenhou um percurso com 46 quilómetros por volta - todo ele no concelho de Coimbra - com três especiais cronometradas:
- Cross-Test: com quatro quilómetros de extensão estará desenhada no Botão, junto à Broliveira, em terreno aberto e com alguns obstáculos naturais.
- Enduro-Test: Igualmente com 4.000 metros será realizada na Serra do Alhastro em terreno com desníveis naturais e algumas zonas pedregosas.
- Extreme-Test: 1.500 metros de extensão em terrenos anexos ao 'paddock' (Cimpor) com obstáculos naturais e artificiais.

A prova verá os primeiros pilotos deixarem o palanque de partida às 10 horas da manhã do próximo Domingo, para uma jornada onde além do títulos absoluto também os títulos nas classes serão decididos, com excepção aos Verdes 3 onde Filipe Taniko assegurou a conquista do respectivo troféu por força da invencibilidade evidenciada até ao momento - e consequente vantagem - que lhe permite rumar a Souselas para celebrar o feito.

Motivos não faltam ao redor da derradeira prova do nacional de enduro, onde Hugo Basaula e Rui Gonçalves são os adversários mais directos de Diogo Ventura, o líder do campeonato.

Entretanto, em comunicado, Nuno Cação, presidente do Alhastro Clube TT, entidade organizadora do 5º Enduro de Souselas 2020, dá conta dos principais condicionamentos determinados por via da pandemia da Covid-19, nomeadamente o facto do padock abrir apenas no sábado para pilotos e equipas às 09h, zona em que todos os que ali estiverem presentes terão que usar máscara ou viseira devidamente colocada.

LusoMotores

Pin It