Troféu Yamaha arranca com 232 pilotos em PegõesA edição de 2016 do Troféu Yamaha arrancou, no passado fim-de-semana, na localidade de Pegões, no mesmo local onde se realizou a prova de abertura da concorrida competição de motociclismo nacional em 2015. Com a colaboração directa da Quantitroféu, organização local que mais uma vez foi fundamental para levar a cabo a organização deste primeiro evento do ano, o Troféu Yamaha voltou a mostrar a sua popularidade ao receber 232 pilotos e respectivas máquinas num traçado desenhado em exclusivo para o efeito.

Numa pista com 2800 metros de extensão em piso de areia, foram duas dezenas de classes que evoluíram nas três variantes da mesma destinadas às diversas categorias, desde os infantis aos veteranos, tanto em moto como moto4.

Desde cedo percebeu-se que a primeira prova do ano poderia aproximar-se ou mesmo bater os números recordistas do passado ano, com as contas finais a revelarem precisamente o mesmo número de pilotos que em 2015, naquela que foi também a prova mais concorrida de todas as cinco que integraram a agenda do então 12º Troféu Yamaha. O número voltou a repetir-se numa edição que tem como grandes novidades a criação de uma classe WR, válida para as 250 e 450 e também um momento especial durante o evento que tem o nome de Free Track e permite a todos os proprietários de modelos TT da marca evoluir nas pistas do troféu mas sem competir.

Após o período da manhã inteiramente dedicado às verificações técnicas e administrativas, bem como ao primeiro contacto com a areia da pista aquando dos treinos que formaram as grelhas de partida, logo após o almoço começaram a realizar-se as mangas para as diversas classes, com os mais jovens das duas rodas a serem os primeiros em pista. Ao mesmo tempo que os pilotos enfrentavam a pista, o público era cada vez em maior número ao redor do traçado e também na bancada especialmente montada para o efeito junto ao espectacular salto de meta, que é uma imagem de marca da pista de Pegões. As excelentes temperaturas que se fizeram sentir durante toda a tarde e a resposta sempre positiva por parte das gentes locais e de muitos forasteiros que acompanham a caravana reforçaram ainda mais o dia de excelentes corridas que todos puderam viver na hospitaleira localidade de Pegões.

Troféu Yamaha arranca com 232 pilotos em Pegões

O nome dos vencedores era conhecido a cada final de corrida e as lutas pelas melhores posições ou pelo orgulho de terminar na frente do adversário directo prendia a atenção de todos os que acompanharam de perto o evento, atenção essa que nem mesmo nos intervalos entre mangas era quebrada por força da presença em pista do novo e espectacular YXZ 1000, o UTV desportivo recentemente apresentado pela marca e que será conduzido no Campeonato Nacional de TT em 2016 pelo sempre rápido Ricardo Carvalho, pluri-campeão nacional em diversas disciplinas dos moto4 e um nome histórico na família Yamaha.

Numa prova onde os novos valores da modalidade se juntaram a nomes com palmarés e história, como Bernardo Villar, Alexandre Pires ou António Oliveira, também eles a passarem pela pista de Pegões em mais uma excelente tarde de corridas, pilotos da marca de outras disciplinas fizeram sentir a sua presença, como foi o caso de Pedro Monteiro ou Rui Reigoto, estes com carreira na velocidade.

Foi já depois do sol se pôr que foram entregues os prémios finais deste primeiro dia de Troféu Yamaha 2016, com os melhores dos melhores a receberem a devida homenagem após o esforço que os levou a concluir a prova em lugar de destaque.

A segunda prova do calendário de 2016 do Troféu Yamaha vai realizar-se no próximo dia 3 de Abril no Couço.

Troféu Yamaha arranca com 232 pilotos em Pegões

Acção solidária apoia Lar de Idosos de Pegões

A presença de Ricardo Carvalho em Pegões, aos comandos do novo YXZ 1000, foi muito mais que uma demonstração e acção promocional. Em conjunto com o seu piloto, a Yamaha Motor de Portugal promoveu junto dos apaixonados pela marca e pelo TT uma acção com cariz social que visou apoiar e doar fundos para o Lar de Idosos de Pegões.

Todos aqueles que quiseram experimentar as sensações de andar ao lado do rápido “Antrax” contribuíram com um mínimo de 10 euros para a referida instituição de apoio a idosos e o sucesso foi de tal forma que mais tempo de pista houvesse mais pessoas teriam tido o prazer de “navegar” Ricardo Carvalho. Logo após a hora de almoço, as inscrições foram suspensas e todos os segundos de disponibilidade do horário foram aproveitados para alguns momentos de adrenalina.

No final do dia, Ricardo Carvalho revelou que tinha cumprido um total de 130 quilómetros em voltas aos 2800 metros da pista e foram muitas as dezenas de “navegadores” que de uma forma bem diferente contribuíram também para ajudar o Lar de Idosos de Pegões.

Classificações - Pegões


Iniciados Moto
1º Francisco Fonseca com 7 voltas
2º Filipe Salgado a 21.980s
3º Afonso Fonseca a 38.134s
4º Duarte Flores a 1m13.891s
5º Vasco Severino a 1m20.650s

 

Infantis Moto
1º Vasco Salgado com 13 voltas
2º Maria Milheiro a 2 voltas
3º Manuel Penaguião a 3 voltas
4º Miguel Silva a 3 voltas
5º Duarte Filipe a 4 voltas

 

YZ 85
1º João Duarte com 7 voltas
2º Enzo Pedrosa a 44.363s
3º João Reguinga a 56.488s
4º Gonçalo Salgado a 1m29.642s
5º Marco Sousa a 2m00.296s

 

Fun Bike TTR 125
1ºMartin Ventura com 7 voltas
2º Francisco Costa a 35.262s
3º Tiago Nascimento a 45.697s
4º Martin Rodrigues a 1 volta
5º Bernardo Villar a 1 volta

 

Clássicas Enduro
1º Tiago Masqueiro com 7 voltas
2º Rodrigo Pagaime a 1m14.284s
3º Pedro Flores a 1 volta

 

Clássicas Cross
1º António Oliveira com 7 voltas
2º Sérgio Simões a 1.873s
3º João Santos a 28.616s
4º Pedro Costa a 47.741s
5º Nelson Cabeça a 55.421s

 

YZ 250F
1º Luis Cação com 9 voltas
2º Daniel Paiva a 1 volta
3º Gonçalo Correia a 1 volta
4º Roberto Laje a 1 volta
5º Ruben Resende a 1 volta

 

YZ 450F
1º Ricardo Pereira com 9 voltas
2º José Pinto a 1m59.019s
3º Jácobo a 2m02.270s
4º Marco Lima a 2m16.058s
5º Pedro Silva a 2m42.662s

 

WR 250F
1º Hugo Vicente com 8 voltas
2º João Sousa a 45.989s
3º António Silva a 1m02.015s
4º António Falcão a 1m42.916s
5º Nelson Cabeças a 1m52.264s

 

WR 450F
1º Eduardo Guerreiro com 8 voltas
2º Rafael Rodrigues a 2.720s
3º Luis Rosa a 20.266s
4º João Moreno a 1 volta

 

Veteranos Moto
1º Paulo Cardoso com 9 voltas
2º Filipe Centeno a 1 volta
3º João Santos a 1 volta
4º Rui Lindo a 1 volta
5º Paulo Santos a 1 volta

 

Oficiais Moto
1º Pedro Carvalho com 9 voltas
2º Sebastian Buhler a 11.086s
3º André Sérgio a 53.339s
4º Bruno Charrua a 55.899s
5º Tomás Salgado a 1m27.137s

 

Infantis Moto4
1º Rodrigo Duarte com 12 voltas

 

Iniciados Moto 4
1º Tomás Paulo com 9 voltas
2º Afonso Iria a 47.438s
3º Simão Almeida a 56.498s
4º Guilherme Santos a 1m16.730s
5º Leandro Marques a 1 volta

 

Fun Moto 4
1º Rafael Sousa com 9 voltas
2º Ivo Mendes a 28.470s
3º Ricardo Café a 59.142s
4º Yara Caçador a 1 volta
5º Nádia Graça a 1 volta

 

450 Moto4
1º Daniel Bernardo com 8 voltas
2º Sérgio Marques a 0.591s
3º Bernardo Mendes a 11.882s
4º João Santos a 27.977s
5º André Bronze a 33.603s

 

700 Moto4
1º Nelson Raposo com 8 voltas
2º Luis Alexandre a 8.494s
3º Nelson Moreno a 14.566s
4º Rui Pereira a 1m29.843s

 

Veteranos Moto4
1º Sérgio Ferreira com 8 voltas
2º Rui Sousa a 45.353s
3º Sérgio Pedrosa a 49.159s
4º Vitor Correia a 51.577s
5º Marco Carqueja a 1m07.355s

 

Oficiais Moto4
1º Pedro Silva com 8 voltas
2º Marco Cardoso a 45.682s
3º Marco Correia e 50.709s

Pin It