O piloto português da Red Bull KTM Ajo, Miguel Oliveira, garantiu este domingo a sua primeira vitória da época no Mundial de Moto2 com o triunfo na pista de Mugello, no Grande Prémio de Itália.

Com esta vitória, o “Falcão” manteve a segunda posição no Mundial mas agora mais perto do líder da classificação do Mundial, o italiano Francesco Bagnaia, que nesta prova não conseguiu melhor do que um quarto posto. Atrás de Oliveira terminou Lorenzo Baldassari que o piloto luso ultrapassou na última volta para segurar a frente da corrida até à bandeirada de xadrez.

180603 MiguelOliveira 001

180603 MiguelOliveira 003

Sobre a corrida, foi particularmente emotiva, preenchida por várias ultrapassagens e algumas quedas. À beira do final, Miguel Oliveira e Lorenzo Baldassari protagonizaram uma luta intensa e mesmo com alguma velocidade a mais, a verdade é que Baldassari não conseguiu segurar Oliveira que o ultrapassou na última volta para não voltar a perder a frente da corrida.

"Foi um erro meu. Tinha um pequeno avanço e assumi um risco", assumiu Lorenzo Baldassari sobre a forma como foi ultrapassado quase com a linha de meta à vista.

Quanto a Miguel Oliveira, que largou da 11ª posição da grelha, viria a ser o mais rápido em pista, cumprindo as 21 voltas ao circuito em 39m42,018s, com uma curtíssima vantagem sobre o italiano Lorenzo Baldassari, da Kalex, que ficou a apenas 184 milésimos de segundo do piloto português.

180603 MiguelOliveira 004

180603 MiguelOliveira 005

Numa corrida em que manteve algumas lutas curiosas, Oliveira levou a melhor ou porque foi mais rápido, tal como aconteceu com Baldassari, ou porque os adversários não conseguiram manter-se em pista, tal como aconteceu com o italiano Mattia Pasini (Kalex), vencedor em 2015 e autor da pole position, que não evitou uma queda a oito voltas do fim da corrida.

Perante este triunfo em Itália, Miguel Oliveira surge agora a apenas 13 pontos de distância para o líder do Mundial, o italiano Francesco Bagnaia, após uma corrida em que ao lado de Oliveira no pódio estiveram o já referido Lorenzo Baldassari, mas também Joan Mir, ambos pilotos da Kalex.

©LusoMotores

180603 MiguelOliveira 008

180603 MiguelOliveira 009

180603 MiguelOliveira 007

Pin It