Depois de um excelente arranque para o GP da Catalunha, em Barcelona, Espanha, o piloto português que corre na categoria maior do motociclismo, Miguel Oliveira, venceu este domingo na prova catalã de MotoGP, deixando claro que a sua KTM terá chegado finalmente ao melhor ponto de afinação na presente época, garantindo afinal o segundo pódio consecutivo neste Mundial de MotoGP depois de já ter sido segundo em Mugello, Itália. Agora, em Barcelona, o “falcão” voou mais alto do que todos os demais pilotos em pista, chegando assim à terceira vitória na sua carreira, isto depois de ter garantido um quarto lugar na grelha de partida para este Grande Prémio da Catalunha.

Tendo largado da segunda linha da grelha, Miguel Oliveira voltou a conseguir um arranque brilhante para esta prova catalã, tirando o melhor partido do mau arranque de Johan Zarco e agarrando logo a terceira posição da geral. Depoism na curva seguinte, voltou a atacar e saltou para a frente de Quartararo, ficando atrás de Jack Miller, o homem da Ducati que por esta altura lidevarava nos primeiros metros da prova catalã. À segunda volta, porém, Oliveira via premiada a sua regularidade e chegava aí à liderança. ganhando mesmo algum avanço sobre os demais pilotos em pista depois de um erro de Quartararo que lhe permitiu adiantar-se mais na frente do pelotão.

MiguelOliveira Catalunha01

MiguelOliveira Catalunha04

Quartararo não perdeu o piloto português de vista e logo depois de ter ultrapassado Joan Mir agarrou o segundo lugar e partiu em busca de Miguel Oliveira, conseguindo mesmo utrapassar o piloto de Almada que manteve ainda assim bem de perto a roda traseira da mota de Quartararo. A 13 voltas do fim Quartararo chegava à liderança da corrida mas nunca conseguiu descolar de Miguel Oliveira que duas voltas depois, voltava a ultrapassar o actual líder do Mundial, isto já depois de alguns nomes sonantes terem ficado fora de prova devido a um grande número de quedas individuais que afectaram nomes como os de Marc Márquez ou Aleis Espargaró, entre outros.

Miguel Oliveira voltou assim à frente da corrida passando a controlar por absoluto o que se passava na frente do pelotão, partindo para uma vitória fruto de uma condução irrepreensível, com Quartararo atrás de si, ele que acabou por ser ultrapassado por Zarco e também por Jack Miller. Quartararo, que sentiu problemas pelo desgaste dos pneus da sua moto, acabou por ter que se debater com outro problema, agora com o seu fato de competição, que a determinada altura abriu mesmo para retirar a proteção peitoral.

Miguel Oliveira viria a receber pouso depois a bandeirada de xadrez para a primeira vitória na presente temporada e terceira da sua carreira, ele que parece ter encontrado a melhor afinação para a sua KTM que começa a marcar presença de forma regular nos lugares da frente do Mundial de MotoGP.

MiguelOliveira Catalunha02

MiguelOliveira Catalunha05

Com este triunfo, Oliveira é agora sétimo classificado no Mundial de Pilotos com 54 pontos, o melhor entre os pilotos KTM, numa tabela que continua a ser liderada pelo francês Fabio Quartararo, da Yamaha, com 118 pontos. Johan Zarco (101), Jack Miller (90) e Francesco Bagnaia (88), todos em Ducati, são agora, respectivamente, segundo, terceiro e quarto classificados, surgindo ainda na frente de Miguel Oliveira Joan Mir (Suzuki) e Maverick Vinales (Yamaha), respectivamente nas quinta e sexta posições.

O Mundial de Moto GP prosseguirá no próximo dia 20 de Junho, no circuito germânico de Sachsenring para o Grande Prémio da Alemanha, a oitava prova do calendário para a presente temporada de 2021.

LusoMotores
Pin It