×

Erro

[SIGPLUS_EXCEPTION_SOURCE] Image source is expected to be a full URL or a path relative to the image base folder specified in the back-end but IMAGENS_2008/LUSOMOTORES/GALERIAS/2012/HELDERRODRIGUES-DAVIDEBIGA is neither a URL nor a relative path to an existing file or folder.

Aventureiro em volta ao mundo visita Hélder RodriguesApós mais de 90.000 quilómetros percorridos aos comandos de uma Yamaha Super Ténéré, ao longo de um ano de viagem, o italiano Davide Biga passou por Portugal para visitar Hélder Rodrigues e falou com a comunicação social num encontro promovido, esta segunda-feira, pelo piloto luso e pela Yamaha Motor Portugal na sede da marca nipónica, em Alfragide.

Normal 0 21 false false false PT X-NONE X-NONE

A amizade entre o aventureiro transalpino, de 35 anos, e Hélder Rodrigues começou numa viagem aventura entre Lisboa e Marraquexe, Marrocos, em 2010, onde Davide Biga prometeu marcar presença na Argentina para reencontrar o piloto português antes do arranque do Rali Dakar Argentina Chile Peru, e assim foi.

Aventureiro em volta ao mundo visita Hélder RodriguesDavide Biga combinou posteriormente passar por Lisboa, na recta final da sua longa viagem solitária à volta do mundo, para encontrar-se com o seu amigo lusitano, com quem passou o último fim-de-semana, tendo acompanhado de perto a participação de Hélder Rodrigues no Mundial de Enduro, disputado em Torres Vedras.

Esta segunda-feira, Davide Biga falou um pouco da sua longa e dura aventura, que terminará dentro de poucos dias exactamente no mesmo sítio onde começou, em Mondovi, Itália, depois de ter passado pelos mais diversos cenários na Europa, Ásia, América - do Norte, Central e do Sul -, e África, num projecto preparado com a devida antecedência.

Aventureiro em volta ao mundo visita Hélder RodriguesNuma desafiante viagem que, duma forma geral, tem sido muito positiva, o motard italiano confessou ter enfrentado algumas adversidades, como, por exemplo, a língua na Rússia, e contou algumas peripécias mais marcantes por que passou, como um episódio na Sibéria em que parou à beira da estrada para ajudar um condutor de um veículo aparentemente avariado e que na verdade era uma espécie de armadilha, com o condutor do carro a agarrar Davide Biga pelo braço, enquanto outros cúmplices já se aproximavam por trás com paus… O bravo aventureiro italiano, apercebendo-se a tempo da situação, conseguiu fugir rapidamente do local.

Outro das histórias mais emocionantes vívidas na primeira pessoa por Davide Biga teve lugar no México, numa altura em que optou por seguir por estradas secundárias para não ter de pagar as portagens das auto-estradas locais. Após perguntar o caminho para determinado destino, Biga foi aconselhado a não ir pela estrada mais directa, por um troço de cerca de 50 quilómetros até onde desejava ir, pois passava por uma povoação perigosa, onde os carros carbonizados existentes provavam a sua má fama. No entanto, o percurso alternativo obrigaria o aventureiro transalpino a ter de percorrer várias centenas de quilómetros a mais, pelo que tomou a decisão de arriscar… Consequentemente, foi mandado parar por um encapuzado, que lhe fez diversas perguntas e ordenou que lhe mostrasse o passaporte… Quando afirmou ser italiano, o estranho, desde logo, mudou de atitude, exclamando: “Máfia! Milan! Gattuso… Amigo!”. E lá prosseguiu tranquilamente o seu caminho.

Aventureiro em volta ao mundo visita Hélder RodriguesDavide Biga confessou que ao início o que o movia era o desejo e prazer de andar de moto, mas, com o decorrer da viagem, apercebeu-se que o mais importante era o contacto com as pessoas e com as diferentes culturas, sublinhando, inclusivamente, que cerca de 90% das pessoas com quem se cruzou eram “boas” e que existiam “muitas boas pessoas” em todo o lado, sempre disponíveis para ajudar.

Quanto à sua Yamaha Super Ténéré, o solitário aventureiro, que contou com o apoio de várias empresas da sua localidade, da Yamaha Itália e de alguns fornecedores de equipamentos técnicos, frisou que a moto teve uma prestação impecável e que necessitou apenas de fazer a manutenção normal do veículo, com excepção de um acidente que teve na Bolívia, mas cujos danos resolveu sem problema. Biga contou ainda que, mesmo com gasolinas de fraca qualidade, a moto se portou sempre bem, afirmando, em tom animado, que “o motor agora está ainda melhor do que no início”.

Aventureiro em volta ao mundo visita Hélder RodriguesElogiando a coragem do seu amigo e a sua fantástica aventura, Hélder Rodrigues disse, em tom de brincadeira, já ter prometido a Davide Biga realizar com ele uma volta ao mundo, “mas em seis meses, com cartão de crédito e sem aquelas roupas todas atrás”.

Depois de cumprir mais uma aventura na sua vida, entre várias que já efectuou de moto, David Biga vai agora regressar a casa, onde espera ficar três ou quatro meses, mas tem já em mente mais um projecto de um mês, desta feita na Austrália. A longo prazo, o italiano espera trabalhar ligado com motos, uma vez que se trata da sua grande paixão, desde os tempos de criança.

Sérgio Mendonça

{gallery}IMAGENS_2008/LUSOMOTORES/GALERIAS/2012/HELDERRODRIGUES-DAVIDEBIGA{/gallery}

Pin It