RafaelLobatoA Speedy Motorsport, equipa que permitiu na última temporada ao jovem Rafael Lobato o título de vice-Campeão no CNV nos protótipos, mantém a aposta no piloto em 2016 , passando esta pela disputa do novo Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos ao volante de um Seat Leon TCR, tendo como companheiro de equipa o piloto César Machado.

No ano em que comemora dez anos de carreira, o jovem piloto de 18 anos abraça um novo desafio e muda-se para a nova categoria de Turismos que será a competição-rainha em Portugal: "Estou muito satisfeito com a escolha que fiz para 2016. Penso que o Campeonato vai ser muito disputado, os carros serão muito equivalentes entre si, os pilotos participantes são alguns dos melhores em Portugal com uma mistura de jovens pilotos aguerridos com outros muito experientes e as equipas são todas muito profissionais. Vamos ver grandes lutas em pista, com carros semelhantes aos que vemos nas ruas, o que pode reacender a paixão do público e o mediatismo destas corridas. Juntamente com a promoção que sempre fazemos, esperamos que tudo isto ajude a abrir as portas da internacionalização até porque estes carros TCR podem ser usados em provas de vários campeonatos no estrangeiro.”

“A manutenção na Speedy dá-me todas as garantias de ter um carro sempre nas melhores condições e com as evoluções mais recentes e temos ainda a vantagem de já nos conhecermos todos. A chegada do meu novo companheiro de equipa também é mais um ponto a nosso favor. O César já fazia parte da estrutura no ano passado e é um piloto jovem e rápido. O seu passado nas corridas é semelhante ao meu pois também se iniciou nos karts e depois passou para a Velocidade, onde conduziu, Clássicos, Protótipos e Fórmulas sempre com enorme sucesso", acrescentou.

Depois de duas épocas plenas de sucessos nos Protótipos, Rafael Lobato muda radicalmente de percurso: "Penso que a adaptação ao Leon será relativamente fácil. Já andei no carro quando o testamos na Bélgica e conduzi durante 3 anos carros de tracção à frente quando andei no Ralicross. Esta experiência do Ralicross e dos karts será também muito importante quando andar no meio do pelotão TCR. Terei que mudar algumas coisas no estilo de condução, mas será um regresso a um campo que já conheço e por isso tenho a certeza que seremos muito competitivos.”

“A garantia que eu posso dar a todos é que me vou apresentar à partida das corridas com o espírito para vencer, como sempre faço. Juntamente com a Speedy e o César, teremos todas as condições para lutar pelo Título que no ano passado nos escapou por manifesta falta de sorte. Quero continuar a evoluir como piloto e para isso posso contar com a valiosa ajuda do patrão da equipa, Pedro Salvador. Não posso deixar de agradecer aos meus patrocinadores por me proporcionarem as melhores condições para disputar este campeonato, mas também aos meus fãs, amigos e todos que me ajudaram em mais esta etapa da minha carreira, a quam quero convidar a estarem presentes nas nossas provas."

O Campeonato Nacional de Velocidade tem o seu início marcado para o próximo fim-de-semana, no Circuito de Braga.

 

Pin It