JorgeLorenzo-Franca2015-01Jorge Lorenzo é o novo campeão do mundo de Moto GP, depois de vencer o Grande Prémio da Comunidade Valenciana, uma vitória que acabou, porém, envolta pelo descontentamento por parte dos fãs .

Por tudo o que envolvia, esta prova era uma das mais aguardadas nos últimos anos no mundial de velocidade e não defraudou as expectativas. Depois de Valentino Rossi, que liderava até à última corrida, ter sido acusado de ter provocado a queda de Marc Márquez, e acabar relegado para a última posição da grelha, de onde teve que partir, Jorge Lorenzo, o espanhol da Yamaha e companheiro de equipa de Rossi tinha a oportunidade perfeita para conseguir alcançar o seu terceiro título mundial.

Assim o fez, a pole position era dele e o espanhol aproveitou-a muito bem, fazendo uma corrida sem qualquer tipo de problema, liderando do início ao fim da prova.

Ainda assim, os créditos dos fãs vão para Valentino Rossi que partiu da última posição e passadas doze (!) voltas, encontrava-se no quarto posto. No entanto, o andamento dos líderes da prova, Lorenzo, Márquez e Pedrosa era demasiado alto e o italiano não conseguiu diminuir a distância que estes foram ganhando enquanto Rossi ultrapassava tudo e todos, mas com isso perdendo tempo que se veio a revelar precioso.

Márquez foi muito contestado por não ter atacado o compatriota Lorenzo, pois esteve sempre atrás do campeão do mundo, sem fazer qualquer tipo de investida, o que levou a Rossi a apelida-lo de “guarda-costas” de Lorenzo. Pedrosa ainda ultrapassou Márquez na penúltima volta, mas este conseguiu recuperar a posição. No final, Rossi falou mesmo na existência de uma combinação espanhola para permitir a conquista do título para Lorenzo, lançando mesmo a pergunta à Honda sobre o porquê de ter permitido a Marquez a "cobertura" a Lorenzo da "rival" Yamaha.

Polémicas à parte, Jorge Lorenzo repete o título de 2010 e 2012, subiu ao oitavo lugar do ranking de campeões de Moto GP e igualou Kenny Roberts e Wayne Rayney.

Rossi ficou a apenas cinco pontos do espanhol, numa tabela classificativa que assim ficou disposta:

1. Jorge Lorenzo, 330 pontos;
2. Valentino Rossi, 325;
3. Marc Márquez, 242;
4. Dani Pedrosa, 206;
5. Andrea Ianonne, 188.

Pin It