TiagoMonteiro-Nurburgring01Um acidente felizmente sem consequências físicas para o piloto português Tiago Monteiro, em Nurburgring, retirou-o da frente da corrida quando liderava, ficando fora de prova e com isso atrasando-se no campeonato WTCC. José Maria López acabou por ganhar as duas corridas no Nordschleife e é agora mais líder do campeonato.

Tiago Monteiro arrancou da pole position para a primeira corrida do WTCC que este fim-de-semana esteve de visita a Nurburgring, o mítico traçado do Nordschleife. O português da Honda liderou durante duas voltas e meia, mas um furo numa zona muito rápida dos mais de 25 quilómetros do “inferno verde” atirou Monteiro para o rail levando, consigo no incidente Yvan Muller que, por essa altura, pressionava o líder à procura da vitória. O impacto com o rail foi violento e Tiago Monteiro saiu combalido, tendo mesmo que passar pelo hospital por uma questão de precaução.

José Maria López rodava próximo dos dois primeiros e escapou ao acidente, acabando por rumar à vitória. O argentino foi o mais rápido na qualificação, mas em virtude das regras do WTCC, saiu apenas de 10º para a primeira corrida. Igualmente beneficiados saíram Tom Chilton e Norbert Michelisz que desta forma garantiram o pódio na frente de Rob Huff e Mehdi Bennani.

O susto para Tiago Monteiro foi evidente e comprensível, a ida ao hospital por precaução era incontornável, mas o piloto luso não deixou mais tarde de sossegar os seus fãs colocando dois posts na sua página do Facebook, primeiro ainda no hospital e depois já em casa na companhia da sua família.

Curiosamente, a segunda corrida teve quase o mesmo desfecho, mas contada de outra forma. Tiago Monteiro e Yvan Muller não alinharam, numa corrida em que a Honda deu opção aos seus pilotos de não alinharem, pois ainda não sabiam o que tinha provocado o rebentamento do pneu do piloto português.

“Pechito”, a sair da pole, poucas hipóteses deu à concorrência, Norbert Michelisz ainda liderou no início da primeira volta, mas no momento de entrada para o Nordschleife já era o campeão do mundo que estava na frente. A partir desse momento o argentino limitou-se a gerir o ritmo e os pneus, terminando a corrida com os lugares do pódio a serem de novo ocupados por Michelisz e Chilton, com o húngaro a levar desta vez a melhor sobre o britânico. Huff e Bennani voltaram a terminar nos lugares seguintes.

Nas contas do campeonato WTCC, José Maria López fez o pleno, pole-position e duas vitórias, para um total de 55 pontos no fim-de-semana passando a somar 193 pontos, contra apenas 124 de Tiago Monteiro que passou pelo Nurburgring e saiu em branco. Este fim-de-semana, aliás, foi particularmente negro para a Honda já que a equipa do construtor nipónico e os seus pilotos viram serem-lhes retirados todos os pontos obtidos nas últimas duas rondas do campeonato, na Húngria e em Marrocos, por ilegalidades no Civic. No entanto, a equipa japonesa apelou da decisão e, pelo menos para já, as contas ainda contabilizam esses resultados.

O campeonato prossegue nos dias 11 e 12 de Junho em Moscovo.

Classificação (WTCC):

1º López – 193 pontos
2º Monteiro – 124
3º Huff – 122
4º Michelisz – 120
5º Bennani – 103

Pin It