A Nissan e.dams irá levar o seu compromisso com as provas citadinas elétricas da Fórmula E até ao circuito urbano mais famoso do mundo, quando competir no Mónaco pela primeira vez, este fim de semana. O construtor nipónico está a aproveitar a Fórmula E para demonstrar as capacidades e o desempenho da sua tecnologia de veículos elétricos, um componente fundamental da visão da empresa no âmbito da Mobilidade Inteligente da Nissan, avançando o Campeonato de Fórmula E ABB FIA para a sua nona ronda, a qual terá lugar no principado do sul de França, utilizando muitas das ruas que são percorridas anualmente desde 1929 por algumas das mais reconhecidas provas de competição automóvel.

A edição deste ano do e-Prix do Mónaco será a terceira da Fórmula E nas ruas de Monte Carlo. O local tem sido um palco de sucesso para Sebastien Buemi, piloto suíço da Nissan e.dams que partiu duas vezes da pole position no Mónaco e venceu as provas na primeira e na terceira temporadas. Há que referir ainda que o e-Prix do Mónaco é a terceira de cinco provas europeias disputadas nesta quinta temporada, sendo pretensão da Nissan igualar nas pistas o sucesso dos seus veículos elétricos nas estradas da Europa: o Nissan LEAF foi o automóvel elétrico mais vendido na Europa em 2018. O recém-apresentado Nissan LEAF e+, com potência e autonomia reforçadas, está já disponível para encomenda na Europa. 

O circuito de Fórmula E do Mónaco é uma versão mais reduzida da pista de Fórmula 1 tradicional, mas que inclui muitas das curvas famosas incluindo a primeira curva de Sainte Devote, a espetacular secção da piscina no porto do Mónaco e La Rascasse.

A Nissan e.dams conquistou o seu primeiríssimo pleno na primeira fila da grelha na última ronda, em Paris (27 de abril), com Oliver Rowland a conquistar a pole position à frente de Buemi. A Nissan continua a ser a única equipa a conseguir que ambos os pilotos partissem da pole position na quinta temporada. Rowland é também o único piloto a conquistar duas vezes a pole position na quinta temporada. Curiosamente, após oito corridas na quinta temporada, oito pilotos diferentes conquistaram o topo do pódio.

”Entrámos na Fórmula E sabendo que iríamos enfrentar uma exigente curva de aprendizagem naquele que é o campeonato mais competitivo do planeta”, afirmou Michael Carcamo, diretor da Nissan Global Motorsports. “Já registámos vários marcos importantes, incluindo os primeiros pontos, a primeira pole position, o primeiro pódio e o primeiro pleno da primeira linha da grelha de partida. Agora, conseguir a primeira vitória é o nosso próximo objetivo, mas o campeonato já se revelou extremamente valioso para a Nissan. O processo de aprendizagem rápida em termos de gestão da bateria e potência tem um valor incalculável para a Nissan.”

O e-Prix do Mónaco será disputado durante 45 minutos (mais uma volta), com início às 16h34 do dia 11 de maio. A ação na pista começa com o primeiro treino livre marcado para as 7h30 no dia da corrida. A tradicional a sessão de testes experimentais de sexta-feira não será realizada no Mónaco.

“Sebastien foi dominante no Mónaco no passado e Oliver também já foi vencedor aqui na série júnior”, declarou Jean-Paul Driot, diretor da equipa Nissan e.dams. “Os automóveis da Nissan e.dams tiveram velocidade em Paris, mas não tiveram sorte. A nossa preparação antes da corrida é crucial e temos trabalhado de forma diligente para nos prepararmos para esta prova especial.”

Sobre esta prova no principado do Mónaco, Sebastien Buemi foi o primeiro piloto a pronunciar-se: “Não existe nenhum piloto no planeta que não queira competir no Mónaco e tenho muita sorte por ter conquistado a vitória duas vezes aqui na Fórmula E. Estamos a lutar pela nossa primeira vitória para a Nissan e esta seria uma cidade incrível para o conseguirmos. Não tivemos sorte em Paris com um contacto que resultou na perda de um pneu. Não existe outro campeonato no mundo como este – oito vencedores diferentes em oito corridas. A nossa preparação antes da corrida é crucial, mas não ficamos apenas à espera de um golpe de sorte. Toda a equipa continua a trabalhar arduamente em melhorias.”

Por seu turno, Oliver Rowland afirmou: “Esta é uma corrida que esperava ansiosamente. Sempre gostei de circuitos urbanos, motivo pelo qual estou a gostar tanto da minha participação na Fórmula E, e já fui vencedor aqui na Fórmula 2. Voltámos ao simulador para nos prepararmos o melhor possível. Com todos os dados da quinta temporada até ao momento, o simulador fica melhor a cada corrida. Juntar uma vitória na Fórmula E às minhas conquistas anteriores seria incrível. Mas vai ser difícil. Seb, o meu colega de equipa, já teve muito sucesso aqui mas, como em qualquer fim de semana, não há prováveis favoritos na pista.”

Será importante dar conta que a pista do e-Prix do Mónaco apresenta um comprimento de 1,765km, num traçado com um total de 12 curvas, a percorrer já no sábado, 11, logo a partir das 07h30 para o primeiro treino livre. O segundo treino livre acontecerá às 10h00, estando a sessão de qualificação agendada para esse mesmo dia às 11h45. Às 12h30 haverá lugar ao estabelecimento da Super Pole, estando a corrida agendada para as 16h34.

Pin It