Em comunicado divulgado esta segunda-feira, menos de 24 horas depois do GP da Hungria, em Hungaroring, o piloto espanhol Fernando Alonso veio anunciar a sua decisão de deixar a Alpine e juntar-se à Aston Martin na temporada de 2023. O piloto espanhol, bicampeão de Fórmula 1, irá ocupar o lugar q deixar vago pelo também ex-campeão Sebastien Vettel, ele que entretanto anunciou a intenção de abandonar a competição no final da presente época.

No comunicado, Alonso apontou a Aston Martin como “uma das melhores equipes da F1” com a qual acredita que poderá regressar às vitórias. “A Aston Martin está determinada em aplicar toda a energia e o compromisso para vencer e, portanto, é uma das equipas mais empolgantes da Fórmula 1.”

“Vi como ela atraiu sistematicamente grandes pessoas com pedigrees vencedores e percebi o enorme compromisso com novas instalações e recursos em Silverstone. Ninguém na Fórmula 1 hoje está demonstrando uma visão maior e um compromisso absoluto com a vitória, e isso faz com que seja uma oportunidade realmente empolgante para mim”, declarou Fernando Alonso.

FernandoAlonso 01

Antes do Grande Prémio da Hungria, Alonso já tinha comentado a possibilidade de assumir o lugar a deixar vago por Vettel, até tendo em conta que o contrato de Alonso com a Alpine termina no final do corrente ano. Contudo, o piloto asturiano dera a indicação de estar apostado em continuar na formação gaulesa, algo que afinal não irá acontecer. Convém recordar que Fernando Alonso é actualmente o piloto mais experiente em actividade na Fórmula 1, ele que tem 41 anos de idade e 237 corridas na carreira em curso.

Refira-se que os dois títulos conseguido por Fernando Alonso na Fórmula 1 aconteceram com o piloto espanhol ao serviço da Renault, em 2005 e 2006, na formação que está na origem da actual Alpine, escuderia que o piloto espanhol irá assim deixar no final da presente temporada.

Pin It