×

Mensagem

Failed loading XML...

F1-GP-China-01O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, garantiu este domingo a vitória no GP da China, segunda prova do Campeonato do Mundo de F1 na qual Hamilton venceu em todos os quadrantes . Depois de ter conseguido, na véspera, a “pole-position” numa qualificação atribulada devido às condições atmosféricas, as quais chegaram mesmo a colocar em causa a realização desta etapa do Mundial, Hamilton largou na frente do pelotão conseguindo manter a posição no arranque, apesar do ataque do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que largou ao seu lado.

Saindo na frente, o homem da Mercedes avançou para uma corrida isenta de erros, garantindo assim a vitória exactamente à frente de Vettel, invertendo afinal a classificação que se tinha verificado na primeira prova do Mundial de F1, no Qatar, com o resultado prático na colocação dos dois pilotos na frente do Mundial de Pilotos, com os mesmos pontos, após duas provas realizadas. Depois de Hamilton e Vettel, na prova disputada em Xangai, terminou Max Verstappen, da Red Bull, piloto que largou desde a 16ª posição e chegou a um totalmente improvável terceiro lugar final, concretizando um total de dez ultrapassagens (!!!) ao longo da corrida deste domingo aos comandos do monolugar da Red Bull.

Depois de Vettel ter vencido na primeira prova do Mundial, no Qatar, Lewis Hamilton conseguiu assim dar a melhor resposta com o triunfo no GP da China, subindo ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez em 2017 e deixando o rival da Ferrari na segunda posição. O britânico conseguiu assim a sua 54ª vitória na categoria e terá deixado ainda mais evidente que no presente campeonato, e pelo menos neste arranque de temporada, será entre Hamilton e Vettel que irão ser discutidos os triunfos e as melhores prestações em cada Grande Prémio. Lewis Hamilton completou a prova chinesa em 1h37min36s158 e tem agora o mesmo número de pontos que possui o piloto alemão, 43, na liderança do Mundial de Pilotos.

F1-GP-China-02F1-GP-China-03F1-GP-China-04F1-GP-China-05

Curiosamente, em Xangai o piloto da Ferrari, Sebastian Vettel, nunca conseguiu sequer incomodar o rival da Mercedes, tendo mesmo perdido algum tempo na primeira paragem nas boxes, vindo a terminar com mais de seis segundos de atraso para Hamilton.

Atrás dos dois homens da frente terminou o ousado Max Verstappen, ele que conseguiu a prestação mais extraordinária em pista, com as já referidas 10 ultrapassagens, terminando à frente do seu companheiro de equipa Daniel Ricciardo, quarto classificado, mas também de Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Valtteri Bottas, da Mercedes, quinto e sexto classificado, respectivamente.

F1-GP-China-06F1-GP-China-07F1-GP-China-08F1-GP-China-09

O Campeonato do Mundo de Fórmula 1 prossegue já no próximo fim-de-semana com o GP do Bahrain, prova para a qual os treinos livres começam na sexta-feira, devendo a grelha ficar definida no sábado na sessão de qualificação para a terceira prova do Mundial. Para já, fica para as estatísticas a classificação final do GP da China...

Classificação final...

1 - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - em 1h37min36s158
2 - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - a 6s250
3 - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - a 45s192
4 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - a 46s035
5 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 48s076
6 - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - a 48s808
7 - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - a 72s893
8 - Kevin Magnussen (DIN/Haas) - a 1 volta
9 - Sergio Perez (MEX/Force India) - a 1 volta
10 - Esteban Ocon (FRA/Force India) - a 1 volta
11 - Romain Grosjean (FRA/Haas) - a 1 volta
12 - Nico Hülkenberg (ALE/Renault) - a 1 volta
13 - Jolyon Palmer (ING/Renault) - a 1 volta
14 - Felipe Massa (BRA/Williams) - a 1 volta
15 - Marcus Ericsson (SUE/Sauber) - a 1 volta

F1-GP-China-10F1-GP-China-11F1-GP-China-12

Não completaram a prova:

Fernando Alonso (ESP/McLaren)
Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)
Lance Stroll (CAN/Williams)
Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber)
Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren)

Pin It