×

Mensagem

Failed loading XML...

F1-GPAustralia-Vettel-003Se dúvidas existiam quanto à vontade da Ferrari em conseguir bater-se de igual para igual com a Ferrari na temporada de Fórmual 1 de 2017, elas ficaram desfeitas em Melbourne, na Austrália , no primeiro Grande Prémio da nova época, com a vitória do alemão Sebastien Vettel, em Ferrari. Este tirou mesmo o melhor partido das paragens em boxe para as trocas de pneus, acabando por conseguir sair na frente de Lewis Hamilton para a pista quando teve que passar pela sua paragem para mudar os pneus do Ferrari.

Lewis Hamilton, o britânico da Mercedes que foi o primeiro a ir às boxes logo que sentiu a necessidade de mudar os pneus do seu Mercedes, acabou assim por ser travado por Max Verstappen no momento em que mais precisava de ganhar tempo a Vettel, perdendo aí a Mercedes a possibilidade de começar o presente Mundial com um triunfo.

À partida para este primeiro Grande Prémio de Fórmula 1, Hamilton garantiu o melhor tempo na sessão de qualificação para a grelha de partida conseguindo assim assegurar a primeira pole-position da temporada. Ao seu lado, porém, a primeira surpresa, com a presença do Ferrari de Sebastien Vettel, a relegar Valteri Bottas, o segundo homem da Mercedes para a terceira posição da grelha, na segunda fila, lado a lado com o outro Ferrari, de Kimi Raikkonen, ficando assim claro quais as escuderias melhor colocadas para conseguirem os resultados mais relevantes pelo menos neste arranque de temporada.

Logo depois daquele quarteto, Max Verstappen, da Red Bull, piloto que viria a ter um papel determinante neste corrida, e Romain Grosjean da Haas, formavam a terceira fila da grelha, deixando para trás outros nomes sonantes do pelotão como Felipe Massa (Williams), Carlos Sainz e Daniil Kvyat (Toro Rosso), Sérgio Perez (Force India), Nico Hulkenberg (Renault) e Fernando Alonso (McLaren), entre outros.

F1-GPAustralia-Largada-001F1-GPAustralia-Largada-002F1-GPAustralia-Hamilton-001F1-GPAustralia-Vettel-004

Na largada para a primeira prova da temporada tudo ficou mais ou menos na mesma no que diz respeito aos primeiros lugares em pista. Hamilton largou na frente, Vettel seguiu logo atrás, e tudo prosseguiu sem grandes surpresas até às mudanças de pneus. Pelo meio, alguns pilotos foram ficando fora de prova por problemas mecânicos, como Fernando Alonso, da McLaren, também os dois homens da Haas, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, ou ainda o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, ele que certamente teria idealizado outro arranque de temporada no Grande Prémio do seu país natal.

Certo é que, em prova, Sebastian Vettel comprovou as previsões daqueles que apontaram para a surpresa e deixou claro que a Ferrari pretende mesmo fazer frente à hegemonia da Mercedes.  Vettel viria a terminar o Grande Prémio da Austrália na frente do pelotão, depois de 1h24min11s672 de corrida, colocando um ponto final num longo jejum da escuderia italiana que não vencia ne Fórmula 1 desde Setembro de 2015, quando o próprio Vettel triunfou em Singapura. Em aberto fica assim uma luta interessante entre Hamilton e Vettel para a temporada de 2017.

Hamilton, pelo segundo ano consecutivo, saiu da pole position no primeiro Grande Prémio do ano, na Austrália, e terminou na segunda posição, sendo que desta vez foi superado por um elemento estranho à sua equipa, enquanto que na temporada de 2016 foi ultrapassado pelo então seu companheiro de equipa Nico Rosberg. Desta vez foi Vettel quem superou o piloto britânico que acabou por terminar a prova com quase 10 segundos de atraso para o alemão da Ferrari.

Atrás dos dois primeiros terminaram mais dois pilotos da Ferrari e Mercedes, mas por ordem inversa, com Valteri Bottas a terminar a sua primeira prova pela Mercedes na terceira posição com a consequente subida ao pódio, seguido do segundo homem da Ferrari, Kimi Raikkonen. O holandês Max Verstappen, da Red Bull, ele que travou Hamilton no momento em que o piloto britânico precisava de se chegar mais à frente e com isso impedir que Vettel saísse das boxes na liderança, terminou na quinta posição, seguido do brasileiro Felipe Massa, o tal que esteve retirado da Fórmula 1 apenas por alguns dias e que voltou para ocupar o seu lugar na Williams depois de Bottas ter rumado à Mercedes.

F1-GPAustralia-Verstappen-001F1-GPAustralia-Hamilton-002F1-GPAustralia-Vettel-001F1-GPAustralia-Massa-001

O próximo Grande Prémio de Fórmula 1 acontecerá no próximo dia 9 de Abril, data para a prova do GP da China no traçado da pista de Xangai, depois de uma prova em Melbourne, Austrália, concluída com a seguinte classificação final...

1º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - em 1h24min11s672
2º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 9s975
3º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - a 11s250
4º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 22s393
5º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - a 28s827
6º - Felipe Massa (BRA/Williams) - a 83s386
7º - Sergio Perez (MEX/Force India) - a 1 volta
8.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - a 1 volta
9.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - a 1 volta
10.º - Esteban Ocon (FRA/Force India) - a 1 volta
11.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault) - a 1 volta
12.º - Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber) - a 2 voltas
13.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren) - a 2 voltas

Não completaram a prova:

Fernando Alonso (ESP/McLaren)
Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
Romain Grosjean (FRA/Haas)
Marcus Ericsson (SUE/Sauber)
Kevin Magnussen (DIN/Haas)
Lance Stroll (CAN/Williams)
Jolyon Palmer (ING/Renault)

texto: Jorge Reis

F1-GPAustralia-Vettel-002F1-GPAustralia-Hamilton-003F1-GPAustralia-ForceIndia-002F1-GPAustralia-Vettel-006F1-GPAustralia-Vettel-005F1-GPAustralia-Vettel-007

Pin It