Com o piloto madeirense Alexandre Camacho a abrir a passagem nos troços cronometrados, já está na estrada mais uma edição do Rali Vinho Madeira, evento que abriu com a super-especial disputada na Avenida do Mar encostada à sempre bela baía do Funchal e na qual o piloto Bruno Magalhães, em Hyundai i20 R5, foi o mais rápido com o tempo de 1m36s6, superando por um segundo o algarvio Ricardo Teodósio, em Skoda Fabia R5, líder do Nacional de ralis, e deixando a 1,7s, na terceira posição, o seu companheiro de equipa na Hyundai e campeão nacional em título Armindo Araújo.

Com muito público espalhado pela Avenida do Mar a deixarem o seu apoio expresso aos pilotos mais exuberantes na passagem pelos 2,18 quilómetros desta super-especial, e em particular pelos muitos pilotos madeirenses, para quem este rali passa por ser uma prova em que o significado de "correr em casa" tem claramente outro significado, até pelo conhecimento que possuem dos traçados.

Uma nota para o facto do LusoMotores ir acompanhar com particular atenção a prestação do piloto Renato Pita que, em Peugeot 208 com a navegadora Adriana Neves surge como o único piloto que sendo, do continente, participa de modo permanente no campeonato regional de ralis da Madeira. Nesta super-especial, Pita realizou o tempo de 1m53s2, ficando a 16,6 segundos do primeiro líder da prova.

reportagem: Jorge Reis

Pin It