Com o final do Rali Vinho Madeira, enquanto o madeirense Alexandre Camacho festejava o triunfo à geral, ou o lisboeta Bruno Fernandes sorria pelo terceiro lugar final e primeiro na corrida pelo Campeonato de Portugal de Ralis, um português natural de Viana do Castelo a viver em Gaia e com raízes actualmente na Maia, a norte do Porto, assumido “cubano” a disputar o Campeonato da Madeira de Ralis, conseguiu apesar de tudo respirar fundo e celebrar a sua prestação que o LusoMotores acompanhou de perto.

Ao longo da prova madeirense, e por força de alguns problemas sentidos com o Peugeot 208 que o piloto adquiriu já a meio da presente temporada, procurando um “update” relativamente ao Ford Fiesta com que iniciou a época, o resultado desportivo final ficou longe de ser o melhor e ao longo da prova Pita falou mesmo em frustação, o sentimento vivido por quem sentiu sempre que podia fazer mais e que, por força das circunstâncias, não deixou mesmo de soltar algumas lágrimas por entre as classificativas quando não conseguiu transformar em resultados o seu querer que foi também o querer da sua equipa. Acabou assim por se perceber que depois da frustração da véspera, Renato Pita acabasse o Rali Vinho Madeira a falar em “missão cumprida”, isto porque, como deu conta, “depois de todos os problemas, chegar ao fim era o mínimo que se podia esperar.”

RVM RenatoPita01

Provando que a prestação num rali é o resultado do trabalho de todos, acabou por ser a equipa, com o esforço em contra-relógio por parte dos seus mecânicos, a ultrapassar um problema de travões sentido ao longo das especiais de sexta-feira, acabando Renato Pita por conseguir recuperar algum tempo no derradeiro dia da prova quando superou mesmo os seus adversários directos. Por via disso, a chegada ao final da prova e os melhores resultados no último dia permitiram que Renato Pita e Adriana Neves, mas também todos os elementos desta equipa, pudessem sorrir e festejar na chegada à zona de assistência onde nem o champanhe faltou, com Renato Pita, mas também Adriana Neves a deixarem para o LusoMotores um rápido balanço desta prova sem dúvida ímpar na magnífica ilha da Madeira. Para as contas finais, a terceira posição para esta dupla mista no Troféu Rafael Costa e um triunfo, conseguindo Renato Pita e Adriana Neves a conquista do Troféu Equipa Mista.

À margem das palavras deixadas para a reportagem do LusoMotores, em nome próprio na página oficial da equipa de Renato Pita no Facebook, o piloto fez questão de agradecer a toda a equipa que o ajudou “a ultrapassar as contrariedades deste rali”, também a todos os que o apoiaram e “ao povo madeirense” que, destacou, o acarinha ao longo deste campeonato.

reportagem: Jorge Reis

Pin It