O acidente que vitimou a jovem navegadora espanhola Laura Salvo, de 21 anos, já depois de um outro acidente, ambos no mesmo local do início do primeiro troço do do Rali Vidreiro Centro de Portugal, na Marinha Grande, motivou o cancelamento da prova que integrava o calendário do Campeonato de Portugal de Ralis. A co-piloto Laura Salvo acabou por falecer depois de ser vítima de uma saída de estrada do Peugeot 208 R4 da GC Motorsport em que seguia, o qual participava na segunda ronda da Peugeot Rally Cup Ibérica 2020, pilotado pelo seu compatriota Miguel Socías, um despiste que levou o carro a embater com a lateral num pinheiro que se revelou fatal para Laura Salvo. 

O presidente do Clube Automóvel da Marinha Grande, Nuno Jorge, explicou o acidente no LiveStream da competição: “Infelizmente temos a comunicar um óbito no nosso rali. A concorrente Laura Salvo, que competia como navegadora na Peugeot Rally Cup Iberica, sofreu um acidente logo no início do primeiro troço, acabando por falecer. O Clube Automóvel da Marinha Grande e os respetivos meios de auxilio chegaram ao local em cerca de dois minutos, fazendo todos os possíveis para salvar a jovem concorrente, tentando a reanimação”.

“Os meios levaram a vítima para uma zona onde fosse possível a chegada de um helicóptero de emergência médica, mas a concorrente acabou por falecer no local. Em meu nome, e em nome do Clube Automóvel da Marinha Grande endereço publicamente os meus sentimentos a toda a família, amigos e equipa da vítima”, concluiu.

MiguelSocias Vidreiro 03

MiguelSocias Vidreiro 07
 
Pouco depois de um primeiro comunicado, a organização da prova veio dar conta de decisão do cancelamento do Rallye Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande, dando-o assim por terminado depois de um acidente mortal que vem colorir a negra o fim de semana do automobilismo nacional e ibérico, curiosamente, e por mera coincidência temporal, no mesmo fim de semana em que Portugal e Espanha se sentaram à mesa em Cimeira Ibérica na cidade da Guarda.

Refira-se que este cancelamento da prova da Marinha Grande aconteceu depois de reuniões mantidas entre a organização da prova, pilotos e elementos da FPAK. Laura Salvo, de 21 anos, era apaixonada pelo desporto automóvel e tinha nesta prova lusa uma sua irmã igualmente em funções de navegadora. Miguel Socias, o piloto acidentado, encontra-se hospitalizado.

JR/LusoMotores
fotos: ©Facebook

MiguelSocias Vidreiro 06

MiguelSocias Vidreiro 04

MiguelSocias Vidreiro 05

Pin It