RallyAcoresMagalhaes20Bruno e Hugo Magalhães conseguiram uma vitória única no Azores Airlines Rallye, primeira prova do Campeonato da Europa de Ralis que venceram com uma actuação isenta de erros como demos conta oportunamente na página do Facebook do LusoMotores logo após ter sido conhecido o resultado final deste rali.

O triunfo do piloto de Lisboa, que no seu currículo tem já duas vitórias no rali dos Açores, resulta assim em mais um feito notável para Brun Magalhães que chegou aos Açores sem conhecer o Skoda Fabia R5 da equipa ARC Sport e depois de longos meses afastado da competição. Bruno, que desde cedo sentiu uma enorme confiança no carro, o que lhe permitiu impôr um ritmo forte e conseguir uma vitoria que no início pensou não ser possível, foi acreditando à medida em que o triunfo se foi desenhando conforme a prova ía avançando. No final, o desfecho foi brilhante e encheu de satisfação a dupla Magalhães.

Com mais esta vitória, Bruno já soma assim três triunfos na prova insular e lidera neste momento o Campeonato da Europa de Ralis, situação que o deixa particularmente satisfeito: "Não há palavras para descrever o que estamos a sentir neste momento. É uma felicidade enorme e ao mesmo tempo gratidão para com aqueles que permitiram esta participação. Chegámos a esta prova focados em impôr um bom ritmo e em evoluir, não estava no nosso horizonte ganhar. A qualidade dos pilotos inscritos levava-nos a ser mais cautelosos que ambiciosos".

A prova não foi propriamente fácil para Bruno Magalhães que no último dia teve que ultrapassar uma condução em condições difíceis, com muita lama e nevoeiro, circunstâncias que nem assim levaram a que Bruno baixasse os braços: "Dei tudo o que tinha. Estávamos em segundo e não havia razão para não arriscar. Sabia que tinha em mãos um carro fantástico o que me deu a confiança para arriscar e andar sempre rápido. Foi uma prova muito dura mas provavelmente uma das mais saborosas da minha carreira por todas as razões.”

“Chegámos ao final com o sentimento de dever cumprido por mim e pelos meus patrocinadores que também saem desta prova vitoriosos. Espero que este resultado abra portas para continuar a fazer ralis pois é sem dúvida o que de melhor sei fazer", rematou Bruno Magalhães que parte assim na frente do Campeonato da Europa de Ralis.

Segundo português também em Skoda Fabia R5

Atrás de Bruno Magalhães, e depois de Ricardo Moura ter sido obrigado a abandonar a três troços do final da prova, com problemas no motor do Ford Fiesta R5, numa altura em que lutava com o piloto de Lisboa pela vitória, o que impediu uma dobradinha da equipa ARC Sport de Aguiar da Beira, acabou por ficar Marijan Griebel, em Skoda Fabia R5, surgindo no degrau mais baixo do pódio Josh Moffet em Ford Fiesta R5.

O segundo melhor português na classificação geral ficou assim na sexta posição, sendo ele Pedro Meireles que, com Mário Castro, levaram também eles um Skoda Fabia até ao final do Azores Airlines Rallye.

Ainda em relação a classificação de pilotos portugueses, João Barros e Jorge Henriques (Ford Fiesta R5) na oitava posição da geral, fecha o pódio dos portugueses nesta prova.

Os resultados globais da prova podem ser vistos no sítio oficial do Azores Airlines Rallye 2017.

RallyAcoresMagalhaes21

Pin It