ZePedroFontes05José Pedro Fontes é o novo Campeão Nacional de Ralis, depois de ter alcançado a segunda posição no Rali Casinos do Algarve .

Foi um final à Hitchcock o que aconteceu no término do nacional de Ralis, com drama e suspense até à última etapa. Ao comando de um Ford Fiesta R5, Carlos Vieira era o surpreendente comandante no final do primeiro dia do rali do Algarve, mas saiu da estrada na etapa do segundo dia e desceu duas posições.

Ricardo Moura num Ford Fiesta R5, que viria a ser no final o vencedor do Rali, aproveitou e ascendeu ao comando, numa altura em que, com a quarta posição de José Pedro Fontes num Citröen DS3 R5, Moura preparava-se para festejar o título pois não era expectável que Fontes recuperasse a diferença na segunda passagem pelas duas especiais já no terceiro dia.

No entanto, na penúltima especial, um furo no pneu dianteiro do Skoda de Pedro Meireles que ocupava a terceira posição fez com que José Pedro Fontes ascendesse ao segundo lugar, posição que lhe garantia o ceptro nacional, uma distinção que este piloto acaba por merecer a coroar uma carreira brilhante e que vem dar também um título à DS, a marca que nasceu a partir da Citroen e que mostra vontade de dar cartas em termos desportivos.

ZePedroFontes02ZePedroFontes03

No ano de estreia do DS 3 R5, o triunfo desta equipa no Campeonato Nacional de Ralis tem um sabor muito especial, já que se trata não apenas do primeiro título absoluto conquistado pelo piloto, mas também do primeiro ceptro assegurado pela marca DS no Campeonato. O segundo lugar obtido no Rali Casinos do Algarve representa o culminar de uma época plena de desafios, mas em que a equipa mostrou desde a primeira hora toda a sua capacidade, depois de ter vencido nos ralis Cidade de Guimarães, Castelo Branco e Vinho Madeira, numa temporada em que José Pedro Fontes/Miguel Ramalho e o DS 3 R5 estiveram sempre na luta pelos lugares cimeiros. Paralelamente, o Rali Casinos do Algarve, atribui ainda o título de Navegadores, o quinto em ralis, para Miguel Ramalho.

Visivelmente satisfeito com este desfecho, Fontes sublinhava no final a importância “do trabalho feito pela equipa ao longo de toda a temporada e que este fim-de-semana voltou a marcar a diferença".

"Estão todos de parabéns e estes títulos - Pilotos, Navegadores  – são o prémio para um desempenho absolutamente exemplar de todos os envolvidos neste projecto. Deixa-me particularmente satisfeito ter garantido este título, mas também o facto de ser o primeiro da Marca DS. Para nós cada rali foi um desafio. Cada troço, cada quilómetro que cumprimos este ano foi uma etapa ganha, foi o objectivo alcançado.”

No final do Rali Casinos do Algarve, a classificação da prova algarvia foi a seguinte:
1. - Ricardo Moura/António Costa (Ford Fiesta R5), 1h23m27s9
2. - José Pedro Fontes/Miguel Ramalho (Citroen DS3 R5), a 2m16s3
3. - Carlos Martins/Daniel Amaral (Skoda Fabia S2000), a 2m56s7

Termina assim mais uma temporada do Campeonato Nacional de Ralis, com José Pedro Fontes a chamar a si a conquista daquele que é o seu primeiro título de sempre num "Nacional".

ZePedroFontes04ZePedroFontes06ZePedroFontes01

Pin It