Manuel Fernandes e José Pires triunfam em SpaO Troféu 500 Assetto Corse Portugal cumpriu, este fim-de-semana, a sua primeira etapa internacional com a deslocação ao emblemático Circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica , onde Manuel Fernandes, na primeira corrida, e José Pires, na segunda, garantiram as vitórias desta primeira prova internacional da competição lusa.

Na primeira corrida, apesar de ter arrancado em segundo, depois de lhe ter sido retirado o tempo da melhor volta na qualificação, em virtude de bandeiras amarelas em pista, Manuel Fernandes já passou no final da primeira volta no comando da prova. José Pires seguiu-o de perto, tendo atrás de si José Rodrigues, Nuno Cardoso e Bernardo Gonzalez, enquanto Francisco Carvalho não arrancou para a corrida com problemas no seu carro.

Manuel Fernandes liderou toda a corrida, mas se, nas primeiras três voltas, tinha a pressão de Pires, a partir daí ganhou uma pequena margem que deu para gerir até ao final.

“Arranquei muito bem e desde logo passei para a frente, colado ao líder do Campeonato Europeu. Depois, estive sempre atento ao José Pires, que estava atrás de mim, e consegui mais tarde alguma margem que deu para gerir até final”, comentou o vencedor.

Manuel Fernandes e José Pires triunfam em Spa

José Pires também cimentou cedo a segunda posição, ainda para mais quando José Rodrigues, que era terceiro, não evitou uma saída de pista na terceira volta, sem consequências. Com isto, Nuno Cardoso ascendeu ao terceiro lugar em que terminou a corrida, sem grandes possibilidades de chegar mais à frente, depois de uma travagem falhada. Bernardo Gonzalez foi o quarto classificado, numa prestação onde ainda lutou com alguns concorrentes da competição europeia. A prova terminou mais cedo com o “safety car” em pista devido a um acidente com um concorrente.

Na segunda corrida, José Pires arrancou da “pole position” em termos gerais. Na primeira volta, seguiu no comando entre os portugueses, mas tendo perto Manuel Fernandes, com Francisco Carvalho logo atrás, que entretanto tinha recuperado alguns lugares. Ao longo das voltas seguintes, os dois primeiros trocaram algumas vezes de posição, enquanto Francisco Carvalho sofreu um toque de um adversário e atrasou-se. Com isto, Bernardo Gonzalez subiu a terceiro. José Rodrigues e Nuno Cardoso eram quarto e quinto.

Na ponta final, Manuel Fernandes teve uma ligeira saída de pista e perdeu o comando, mas mais tarde recuperou-o de novo. Nesta altura, houve bandeira vermelha em pista. Assim, contou para a classificação final a volta anterior, onde José Pires estava na frente, vencendo a corrida.

Jorge Rodrigues

“Tive uma boa disputa com o Manuel Fernandes. Trocámos várias vezes de posição e quando a corrida foi parada por bandeira vermelhas, ele estava na frente, mas como contou a volta anterior, eu venci. Antes, tinha falhado uma travagem e tinha muitas dificuldades em ver”, afirmou Pires.

Bernardo Gonzalez fechou as presenças no pódio, depois de alguma luta, até certa altura, com Francisco Carvalho, que ainda recuperou muito terreno depois de partir em último e ter levado um toque. No entanto, foi Nuno Cardoso a ficar com a quarta posição, mas tocou ainda em José Rodrigues na última volta, quando este seguia na sua frente. Como a corrida foi interrompida. Carvalho foi o quinto classificado e Rodrigues, o sexto.

Segue-se agora uma pausa para férias, estando o regresso da competição agendado para os dias 19 e 20 de Setembro no Circuito Enzo e Dino Ferrari, em Imola, Itália.

José Rodrigues

Pin It