José María López dá novo título à Citroen no WTCCO piloto argentino José María López garantiu, este domingo, a conquista do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC), na sua primeira temporada completa na categoria , voltando a dar um título mundial automobilístico à Argentina, 57 anos depois de Juan Manuel Fangio, e dando mais um título à Citroen na sua época de estreia no WTCC, depois de a marca francesa ter garantido o título de construtores em Xangai, na China.

No Circuito Internacional de Suzuka, López chegou ao título ao vencer a primeira das duas corridas do fim-de-semana disputado em solo nipónico. Ao contrário da primeira corrida, para a qual partiu da "pole-position", na segunda corrida, em que arrancou da 10ª posição da grelha de partida, o argentino terminou no sexto lugar, tendo a vitória pertencido ao italiano Gabriele Tarquini, colega na Honda do português Tiago Monteiro, que foi nono classificado em ambas as corridas, conforme o LusoMotores noticiou.

Aos 31 anos de idade e na sua época de estreia no WTCC e na equipa oficial da Citroen, José María "Pechito" López estava longe de ser considerado um dos favoritos ao título no início da temporada. Sem conhecer os circuitos e na mesma equipa do anterior campeão do mundo, o francês Yvan Muller, e do antigo "astro" dos ralis Sébastien Loeb, poucos pensariam que o papel de López poderia ser mais do que ser o terceiro piloto da Citroen. No entanto, o argentino contrariou as expectativas iniciais e ganhou nove das 22 corridas disputadas até ao momento, somando ainda três segundos lugares e seis "pole-positions".

José María López dá novo título à Citroen no WTCC

“Como se diz em França: ‘Chapeau!’ Só podemos tirar o chapéu e reconhecer um feito como este. O que o López fez, na sua primeira época completa no WTCC, a trabalhar num ambiente completamente novo, sem conhecer a maioria dos circuitos, é simplesmente impressionante. Tens mesmo de ser «top class» para chegar e ganhar logo a toda a gente, incluindo o rei da categoria, o Yvan Muller", comentou Tiago Monteiro.

Após a jornada nipónica do WTCC, López soma 422 pontos, sendo seguido pelos seus dois colegas franceses da Citroen, Muller e Loeb, com 305 e 275 pontos, respectivamente, e pelo português Tiago Monteiro, com 174.

José María López dá novo título à Citroen no WTCC

Pin It