Portugueses em vantagem no Sahara AventuraNa segunda etapa do Sahara Aventura, os portugueses voltaram a estar em bom plano, com as vitórias a serem repartidas pela Onzze (Individual) e pela Maxidrive / Atircar (Duplas) .

A segunda etapa teve início e final em Tan-Tan. Depois da mais longa etapa, veio uma mais curta, com início às 9:00 e termino pelas 16:30. Com 50 waypoints possíveis, as equipas teriam pela frente o vale do Draa, passagem obrigatória pelos amantes de todo-o-terreno, zona de montanha, rios secos e algumas pistas rápidas, obrigando as equipas a dosear os andamentos.

Portugueses em vantagem no Sahara AventuraNa classe Dupla, a Maxidrive / Atircar redimiu-se do erro do dia anterior (falhou controlo de foto perdendo assim 50% dos pontos conseguidos), e garantiu a vitória mesmo com 90 minutos de paragem devido a um atascanço na lama e um furo, subindo assim à quarta posição.

A Terceira Açores 4x4 manteve o bom andamento e, apesar de não ter ganho, anularam parte da desvantagem, mantendo acesa a perseguição à liderança. A Duomaquete / Paredecar ficou-se pela terceira posição, suficiente no entanto para segurar a primeira posição na classe, conseguida na primeira etapa anterior.

Portugueses em vantagem no Sahara AventuraA Movimar /JM Pneus TT começou bem, amealhando bons pontos pela manhã, mas a mecânica voltou a trair as aspirações do quarteto. Por sua vez, a Revista 4x4 Vintage Team teve uma etapa mais calma de modo a evitar surpresas.

Na classe Individual, a luta está ao rubro, com a Onzze a isolar-se na liderança, mas apenas pela margem de 15 pontos, perante a Proseries Desert Team, antevendo-se uma bonita luta até final. A CRM Transportes não saiu para recuperar a viatura, com problemas de suspensão, não totalizando qualquer ponto.

Terceira etapa anulada

O Sahara Aventura deveria prosseguir com a realização da etapa Tan-Tan / Tiznit, com passagem pela praia branca, um local mítico do sul de Marrocos. No entanto, no final da segunda etapa, as equipas foram alertadas para o facto de que a terceira etapa não iria ocorrer, devido a exercícios militares na área.

Na origem na decisão estavam questões de segurança, conforme explicou Alberto Pascoal: “Fomos alertados pela polícia marroquina que não poderíamos avançar com a etapa. O exército marroquino iria efectuar exercícios militares com aviões caça F16 e criaram uma zona de exclusão que abrangia parte do mapa que as equipas tinham ao dispor. Por razões óbvias de segurança, entendemos que não estavam reunidas as condições de segurança e não tivemos outra opção senão anular a etapa".

As equipas tiveram assim um dia adicional de descanso. O Sahara Aventura 2012 prosseguirá com a quarta etapa, que será disputada em zona de montanha, entre Tiznit e Trafaoute.

Pin It