Rui Sousa satisfeito com prestação em PortalegreRui Sousa teve uma prestação muito positiva na 26ª edição da Baja de Portalegre: venceu a classificação diesel, foi o melhor português da classificação geral e foi segundo da geral.

Conhecedor profundo das características da Baja de Portalegre, prova que disputa desde 1990, Rui Sousa, acompanhado pelo navegador Carlos Silva, deixou a sua marca na edição de 2012 da prova idealizada pelo saudoso José Megre.

Rui Sousa satisfeito com prestação em PortalegreDepois do prólogo não ter corrido de feição ao piloto da Prolama, Rui Sousa acabou por traçar uma estratégia que lhe valeu uma prestação notável, só traída por um furo a pouco mais de 30 quilómetros do final, conforme o próprio referiu: “Trabalhamos durante semanas para estar ao mais alto nível nesta prova, e o resultado final comprova que estava certo na estratégia que escolhi. Acabámos por conquistar um resultado histórico para a Isuzu, e só não vencemos porque tivemos de trocar uma roda a pouco mais de 30 quilómetros do final, quando seguíamos na liderança da prova”.

“De qualquer forma, a equipa está de parabéns pelo excelente resultado alcançado, e só vem reforçar a nossa intenção de voltar a vencer provas no futuro próximo. Estamos no bom caminho e este desempenho só foi possível pelo empenho de todos na Prolama e no apoio incondicional que sentimos dos nossos patrocinadores”, concluiu o piloto luso.

Rui Sousa brindou assim com um recital de condução os milhares de espectadores presentes à passagem da Isuzu D-Max, durante os mais de 450 quilómetros da prova, voltando a cimentar o seu estatuto de grande piloto, campeão nacional, vencedor da Taça Fia de Bajas e de grande ídolo do público português.

Pin It