PeugeotRallyCross01Porta que divide dois continentes, Istambul irá permitir aos concorrentes do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross colocar as suas rodas na Ásia . Será no antigo circuito de Fórmula 1, desenhado a leste do Bósforo, no lado oriental da metrópole turca, que terá lugar a 11ª prova da temporada, jornada que poderá ser decisiva para a atribuição do título de equipas.

Para a etapa turca, a formação da Peugeot mostra-se confiante na voz do seu director de equipa Kenneth Hansen: “No ano passado estivemos muito rápidos nesta pista e alcançámos um 2º lugar na Final. O traçado é muito duro, recorrendo às últimas curvas do circuito de Fórmula 1. A secção de terra é muito escorregadia e isso complica a procura de uma boa afinação. Encontrámos, então, os ajustamentos corretos e vamos ver se os mesmos se adequam ao carro deste ano. Se for esse o caso, acho que o Timmy e o Davy (pilotos da marca francesa) serão muito rápidos. De qualquer modo, faremos tudo o que pudermos para aumentar a nossa vantagem no Campeonato de Equipas, aquele que é o nosso principal objectivo.”

Timmy Hansen e Davy Jenney chegam ao circuito da Turquia com ambição de alcançar bons resultados para garantir o primeiro lugar. Hansen está em segundo lugar no campeonato mundial de Rally Cross na vertente de pilotos. Enquanto o companheiro Jenney ocupa o quarto posto da tabela classificativa.

PeugeotRallyCross02

À margem do programa dos Supercars, Kevin Hansen participará na sexta e penúltima prova do Campeonato RX Lites. O piloto da Peugeot Red Bull Hansen Junior Team tentará conservar a sua posição de liderança e aumentar a diferença pontual para os seus adversários.

Desenhado nas curvas finais do circuito que acolheu o GP da Turquia na F1 entre 2005 e 2011, a pista conta com um perfil muito típico em asfalto, enquanto a muito escorregadia secção de terra requer um estilo de condução bastante especial, semelhante ao de circuitos gelados.

Pin It