Gonçalves com suspeita de traumatismo cranianoO piloto português Paulo Gonçalves (Honda) está consciente, mas com suspeita de traumatismo craniano, na sequência da queda sofrida, esta quinta-feira, durante a 11.ª etapa da edição de 2016 do Rali Dakar, entre La Rioja e San Juan, na Argentina.

De acordo com a assessoria de imprensa do “motard” luso, citada pela agência Lusa, Paulo Gonçalves queixa-se de muitas dores de cabeça, suspeitando-se que tenha sofrido um traumatismo craniano sem gravidade.

Ainda assim, o piloto de Esposende não sofreu qualquer fractura e, apesar da perda de conhecimento, está apenas a aguardar os resultados dos exames para receber alta médica.

Segundo a mesma fonte, Paulo Gonçalves foi, esta tarde, encontrado inconsciente, pouco depois do segundo ponto de passagem, por volta do quilómetro 118 da especial, tendo sido posteriormente transportado de helicóptero para um hospital próximo daquela zona para observação médica.

Depois do segundo lugar no Dakar2015, Paulo Gonçalves esteve este ano quatro dias na liderança na classificação de motas, tendo partido hoje no oitavo lugar da classificação, depois de a organização o ter penalizado em 39.56 minutos.

Paulo Gonçalves, que esteve quatro dias na liderança do Dakar 2016, despede-se assim de forma inglória da prova, juntando-se aos compatriotas Carlos Sousa (automóveis) e Ruben Faria (motos) na lista dos abandonos da edição deste ano da dura maratona de todo-o-terreno.

Pin It