O Nissan Ariya 63kWh Advance, equipado com teto solar, é um crossover elétrico que impressiona pela sua combinação de design elegante, tecnologia avançada e desempenho eficiente. Para o LusoMotores, pudemos avançar para um test drive no qual nos foi permitido experimentar todas as características que fazem deste veículo uma opção interessante no mercado, um elétrico claramente diferente que se destaca dos demais desde logo pela imagem e tecnologia que transporta.

Com efeito, a primeira nota de destaque em redor do Ariya resulta do seu design, apresentando-se com linhas aerodinâmicas e modernas, transmitindo uma sensação de sofisticação e inovação. O seu exterior elegante é complementado por detalhes futuristas, como os faróis LED em forma de bumerangue e a grelha frontal iluminada, pormenores que conferem a este Nissan Ariya uma presença marcante. Depois, ao entrarmos no habitáculo, facilmente nos apercebemos de um interior espaçoso e luxuoso, com materiais de alta qualidade e acabamentos sofisticados, onde se respira inovação tecnológica.

O convite para sairmos para a estrada era evidente e a curiosidade sobre o seu comportamento efectivo obrigava-nos a isso mesmo. Contudo, houve em primeiro lugar que desfrutar do conforto e do luxo inserido no interior deste Nissan, tirando o melhor partido da qualidade que emana de todo o habitáculo, com um piso plano que confere uma sensação de lounge espaçoso. Afinal, esta parte do ensaio nem sequer retirava ainda autonomia ao nosso Nissan Ariya.

Avançando para o ensaio propriamente dito, começámos por ser confrontados com aquela que é uma das principais características do Ariya: a sua propulsão totalmente elétrica. Com uma bateria de 63 kWh, o este SUV elétrico da Nissan oferece uma autonomia elétrica que vai até aos 360 km, permitindo viagens diárias sem preocupações com a carga das baterias. Além disso, o motor elétrico proporciona uma aceleração suave e silenciosa, garantindo uma experiência de condução tranquila e muito confortável no seu dinamismo.

Pelo caminho fomos estando atentos às ofertas tecnológicas deste modelo do construtor nipónico, ficando claro que o Ariya também se destaca pela sua tecnologia avançada. O sistema de infoentretenimento NissanConnect oferece um ecrã sensível ao toque de alta resolução, permitindo a integração com smartphones e disponibilizando navegação por GPS. Além disso, o veículo está equipado com recursos de segurança avançados, como assistência de travagem de emergência ou a alerta de presença de veículos no ângulo morto, garantindo com isso os melhores níveis de segurança dinâmica.

Futurista, prático e sustentável

Dois pontos positivos do Ariya são a praticidade e a sustentabilidade. Com um amplo espaço interno e uma bagageira generosa, o Nissan Ariya oferece conforto e versatilidade para toda a família. Além disso, ao optar por um crossover elétrico, o cliente da Nissan que aposta neste modelo acaba por contribuir para a redução das emissões de gases poluentes, ajudando a preservar o meio ambiente. É claro que nem tudo são rosas em redor deste modelo, não apenas porque o seu preço não é propriamente sinónimo de acessibilidade a todos, mas também porque a capilaridade de estações de carregamento pelo país ainda não é propriamente a melhor para apoiar a mobilidade ao volante deste Nissan Ariya.

Nissan Ariya 63kWh Advance

Ficha técnica
Motor: Elétrico

Capacidade da bateria: 63 kWh
Potência: 217 cv

Binário: 300 Nm
Aceleração 0-100 km/h: 7,5 segundos
Autonomia elétrica: até 401 km

Velocidade máxima: 160 km/h
Tração: Dianteira
Preço: €53.040

Dimensões

Altura: 1660 mm
Comprimento: 4595 mm
Largura: 2172 mm
Distância entre eixos: 2775 mm
Equipamento
  • ProPILOT Assist com Navi-Link
  • Bancos mistos SHORAI em pele sintética e alcântara com 6 posições e bancos dianteiros aquecidos
  • Carregador de bordo de 22kW
  • Câmara 360° com deteção de objetos em movimento
  • Porta da bagageira com sistema mãos-livres
  • Carregador sem fios para smartphones

Como se trata de um veículo elétrico de alta tecnologia, o Ariya tem um preço mais elevado em comparação com outros SUV no mercado. Aliás, falar em comparações é falar em concorrência e dois possíveis concorrentes do Nissan Ariya são o Tesla Model Y e o Volkswagen ID.4, modelos que oferecem propulsão elétrica e tecnologia avançada tal como acontece com o Ariya. Ainda assim, olhando para estes três modelos, será fácil concluir que o Ariya consegue destacar-se pelo seu design arrojado e pelo pacote tecnológico que transporta. Afinal, sendo este modelo um sucessor do agora já “velhinho” Nissan Leaf, um dos primeiros veículos elétricos a garantirem o seu espaço e afirmação no mercado, a forma como o mercado olha para este Ariya é desde logo positiva e sem grandes dúvidas quanto à sua qualidade e eficácia.

Há que dar conta, porém, que qualquer comparação entre o Leaf e o Ariya permite verificar que o novo Nissan está muito à frente do seu “irmão mais velho”, destacando-se o Ariya pelo pacote tecnológico impressionante que o torna um veículo elétrico de última geração. Começando por olhar para o sistema de propulsão elétrica, este oferece uma experiência de condução suave, silenciosa e, naturalmente, livre de emissões. Depois, o comportamento dinâmico é positivamente influenciado pela plataforma sobre a qual o Ariya está construído, uma plataforma dedicada da Nissan projetada para maximizar a eficiência, a estabilidade e o espaço interior. Os próprios responsáveis da Nissan destacam o facto da plataforma permitir uma distribuição ideal do peso e uma configuração flexível da bateria, resultando em um desempenho dinâmico que pudemos verificar e uma autonomia aprimorada.

Outra nota de destaque relativamente ao que nos pode oferecer o Nissan Ariya, ainda que apenas na versão Evolve+, resulta da presença do sistema de tração nas quatro rodas e-4ORCE, um sistema que distribui o binário de forma inteligente entre as rodas dianteiras e traseiras, proporcionando melhor tração e um controlo preciso em várias condições de estrada, mesmo perante pisos menos regulares.

A verdade é que mesmo sem o sistema e-4ORCE, isto porque a unidade testada correspondia à variante de equipamento Advance, em termos de comportamento dinâmico o nosso Nissan Ariya apresentou-se de um modo irrepreensível. Afinal, com uma distribuição de peso otimizada, este modelo da Nissan mostrou-se sempre particularmente estável e ágil em percursos mais sinuosos, mesmo quando procurámos levar o seu comportamento perante respostas a situações mais ousadas. 

E para quem faz questão de tirar todo o partido dos apoios à condução actualmente permitidos, este Nissan Ariya traz consigo um pacote de ofertas neste capítulo que não pode ser ignorado. Com o sistema ProPILOT 2.0, de assistência ao condutor, torna-se possível recorrer à navegação por satélite, radares, câmaras e sensores para oferecerem recursos avançados de assistência ao condutor, como controlo adaptativo de velocidade de cruzeiro, assistência de permanência em faixa e navegação em autoestrada.

Todas as propostas do Nissan Ariya estão à disposição do condutor num habitáculo espaçoso e minimalista, no qual se destaca um painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas e um ecrã sensível ao toque de 12,3 polegadas para o sistema de infoentretenimento. Encontramos ainda o NissanConnect, um sistema de conectividade que permite aocondutor aceder a aplicações, informações de trânsito em tempo real e recursos de navegação, num veículo elétrico que combina desempenho elétrico avançado com recursos de conectividade e segurança, resultando essa combinação numa experiência de condução agradável e futurista como pudemos constatar na primeira pessoa.

Como nota final, a curiosidade do nome deste modelo da Nissan, encontrado a partir da palavra japonesa “aria”, que significa “nobre” ou “honrado”. A escolha deste nome reflete a visão da Nissan de criar um veículo elétrico sofisticado e inovador, que representa uma nova era de mobilidade elétrica. Além disso, o nome Ariya é também uma combinação das palavras “aria” e “ya”, que significa “flecha” em japonês, procurando a Nissan representar nessa combinação de palavras a ideia de um veículo ágil, rápido e apontado ao futuro.

ensaio: Jorge Reis
fotos: Diogo Faria Reis
Pin It